sexta-feira, 6 de março de 2009

Debate: Arcebispo excomunga médicos e parentes de menina que fez aborto depois de ser estuprada

Fala Galera!!!

Um debate importante realizados nos últimos dias na sociedade Brasileira se refere a excomunhão da menina de 9 anos estuprada na cidade de Olinda-PE. O caso por si só já gera um intenso debate acerca das mazelas socieas vigentes no nordeste brasileiro e dados demonstram que casos como este são mais comuns do que se imagina!

Entretanto, a ideia aqui é novamente promover um debtae sobre as situações polêmicas presentes na comunidade católica do País!!! É importante salientar que é fundamental para o crescimento de qualquer comunidade o questionamento, a discussão, pois assim formaremos cidadãos com capacidade de lutar por ideologia, por sua fé.

Iremos aqui colocar os dois lados do debate e sua opinião é fundamental pois agregará novos conhecimentos e novos caminhos.

RECIFE - O arcebispo de Olinda e Recife excomungou nesta quarta-feira a mãe, os médicos e outros envolvidos no aborto legal feito por uma menina de 9 anos . O padrastro confessou que abusava da menina desde os 6 anos. Ao justificar sua ação, dom José Cardoso Sobrinho disse que, aos olhos da Igreja, o aborto foi um crime e que a lei dos homens não está acima das leis de Deus.

Ler a notícia completa no site: Jornal da Globo

No site Canção Nova

O arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, se pronunciou hoje, 5, sobre o caso da menina que ficou grávida aos 9 anos violentada pelo padrasto em Recife e que por autorização da mãe, teve a gestação interrompida. Internada na última terça-feira, 3, ela recebeu doses de um medicamento para interromper a gravidez.

Em entrevista à Canção Nova, o arcebispo mostrou-se mais uma vez contrário ao aborto, já que o Código de Direito Canônico diz que todos aqueles que conscientemente se envolvem num processo de interrupção da vida, como neste caso, estão automaticamente excomungados da Igreja Católica.

Dom José também ressaltou que a excomunhão não é algo irreversível. Basta que a pessoa se arrependa e procure se confessar com um bispo.

Fonte: Blog do Jamildo

Os dois lados estão aí galera!!! Vamos ao debate!!!

13 comentários:

Sávio disse...

Dom José também ressaltou que a excomunhão não é algo irreversível. Basta que a pessoa se arrependa e procure se confessar com um bispo.



Bom a luta da Igreja e dos cristãos em geral contra a legalização do Aborto tem sido muito grande. Não vi aí nada de novo. Nada que a igreja ja não venha lutando e pregando desde sempre.

Cristiano disse...

Há duas indicações legais no abortamento previsto em lei, que é o estupro e o risco de vida. Ela está incluída nos dois e, como médico, a gente não pode deixar que uma menina de 9 anos seja submetida a sofrimento e até pagar com a própria vida.

Esse o relato que nesta história achei mais sensato!!!

Andreia Morrone UNB disse...

O padastro estuprador não foi excomungado e ele ainda pode entrar no reino dos céus... quem tentou salvar a vida da menina é "punido" pela igreja ... Isso é no mínimo intrigante e confuso!!! Uma pergunta não se cala nestes momentos!!! Pq que estamos nos ultimos anos perdendo tantos fiés. Falo isso como católica praticante!! Não me levem a mal!!1 Mas me questiono, será msmo q estamos sendo cuidado com amor pela Igreja???

Catarina Souza disse...

Segundo Dom José, o estrupador não foi excomungado porque o aborto é pior que o estrupo...aff...a igreja pune pessoas que tentaram salvar a vida de uma criança e deixa intacto uma pessoa que a levou a morte...morte sim...porque essa criança perdeu a sua ingenuidade, a sua infância,a sua alegria...rezemos para que ela elabore bem esse luto...fico indignada com o Deus que a Igreja Católica tem pregado...(sou católica praticante), um Deus punitivo e ainda tem aqueles que cegos pelo fanatismo acreditam...o meu Deus é o Deus da misericórdia, fonte da vida e que com certeza perdoará as pessoas envolvidas nesse aborto...afinal o intuito deles era apenas preservar a vida de uma criança!!! " Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente"!!!

Amanda disse...

Também acho que o meu Deus é o Deus da misericórdia, e como católica não vejo que a Igreja o mostre diferente.
Deus da misericórdia, que, com certeza, sabe da cruz de cada um... que sabe de todos os problemas que a menina viria a ter (e com certeza ainda terá), mas que já amava e tinha misericórdia das crianças que foram geradas em seu ventre.
Como o Sávio disse, não vi nesse caso nada de novo, nada que seja contraditório ao pregado pela Igreja. Só que dessa vez a mídia quis polemizar, só isso.
Não desprezo em nenhum momento o sofrimento carregado pela menina, mas criticar a Igreja por defender a vida eu não posso...
Mesmo que falem: ah, se fosse vc, ou alguma pessoa próxima... Acreditaria na vida na mesma forma. Não posso duvidar que um filho, dom de Deus, seja motivo de fardo eterno pra alguém. Nesse fato sofreram 3 inocentes: a menina e os gêmeos.

E quando criticam a Igreja por falar que aborto é mais grave que estupro.. Alguém duvida que homicídio seja mais grave que o crime sexual??

Bom... Apenas uma opinião!

Sávio Sam disse...

E quando criticam a Igreja por falar que aborto é mais grave que estupro.. Alguém duvida que homicídio seja mais grave que o crime sexual?? (2)

O Estupro é inaceitavel. Mas o Aborto é muito pior...

Catarina Souza disse...

Acredito que a função aqui não é julgar o que é mais grave e o q é menos grave, p igreja não existe pecadinho, nem pecadão, ambos são pecados...portanto, deveriam ser julgados da msma forma....

Qnto a midia polemizar a situação...até acho interessante, pois só assim para as pessoas saírem da zona de conforto, da conserva cultural e refletir sobre determinados assuntos e expor as suas opiniões....


Está aí a minha opinião!!!

Barros disse...

SAUDAÇÕES EM CRISTO;

A IGREJA NÃO TEM QUE SE ADEQUAR AOS NOVOS TEMPOS POIS A PALAVRA DE DEUS É UMA SÓ. SE ASSIM FOSSE TERIAMOS QUE ACEITAR O ABORTO, EUTÁNASIA, PENA DE MORTE, HOMOSSEXUALISMO, CASAR PESSOAS DO MESMO SEXO. VOCÊS ESPERAM QUE A IGREJA DEFENDA ESSAS COISAS? ASSIM FAZENDO ELA PERDE SUA IDENTIDADE; DEIXA DE SER IGREJA.
AS PESSOAS NÃO ENTENDEM A IGREJA PORQUE NÃO CONHECEM DEUS E A SUA PALAVRA...
A IGREJA DO SENHOR JESUS REPRESENTA, DEFENDE E BUSCA OS INTERESSES DE DEUS NA TERRA. E ELA NÃO VAI CEDER EM UM MILIONÉSIMO DE MILÍMETRO NAS EXIGÊNCIAS DE DEUS. A IGREJA É UMA VOZ PROFÉTICA.
NAQUELE DIA, JULGAMENTO FINAL DOS HOMENS, DEUS LEVARÁ EM CONTA O QUE A IGREJA PROTESTOU NA TERRA.
A IGREJA DEFENDE OS VALORES DE DEUS, OU SEJA, AQUILO QUE DEUS DIZ EM SUA PALAVRA QUE É IMPORTANTE E NÓS CORREMOS ATRÁS.
ESSA DECISÃO JÁ ERA ESPERADO POR MIM.
EU BATO PALMAS PARA O ARCEBISPO DE OLINDA E RECIFE DOM JOSÉ CARDOSO SOBRINHO POR ESSA DECISÃO.

João Carlos BH disse...

Iniciando não acredito, esse ArceBispo deve tá de sacanagem com todo mundo, como é que pode, uma CRIANÇA de 9 (nove) anos ESTUPRADA, ficando com sequelas tanto mental como corporal, e esse bispo ainda excumunga quem salvou a vida da mesma.Pq o mesmo não solta o verbo para os padres pedofilos e o Pai da criança que fez isso? - Mais não, ele excumunga os medicos e os enfermeiros e a propria mãe que salvaram a vida da coitada.Se fosse com uma filha sua queria vê o que vc iria fazer isso. Excumunga o Brasil TODO iniciando por mim!!!Pq eu sei q tem muitos católicos q estão apoiando a Igreja mais discordam desse tipo de atitude mais não tem a cara de falar o q pensa!!!!

Allison Jones disse...

Apoio irrestrito ao Arcebispo de Olinda e Recife na questão da excomunhão das pessoas responsáveis pelo aborto dos gêmeos, filhos da menina de nove anos estuprada pelo Padrasto.

Repúdio à posição da mídia, que trata o caso com parcialidade e má fé.

10/03 - Carta ao Arcebispo de Olinda e Recife por parte do Pe. Lodi, do Pró-vida de Anápolis lembra, de maneira contundente, que no Brasil não existe aborto legal. Existe casos em que o crime não é penalizado. São dois os casos: quando a gestante corre risco de vida e quando a pessoa é vítima de estupro. No entanto, o aborto continua sendo um ato criminoso. O ato cometido pelos médicos contra os gêmeos gestados pela menina de nove anos, vítima de estupro, é criminoso e deveria ser passível de inquérito policial.
“Outro argumento usado pelos abortistas é que a menina-mãe, por causa de sua tenra idade, não poderia levar até o fim a gravidez. Por isso, o aborto seria “necessário” para salvar a vida dela. Evidentemente, como o senhor sabe, tudo isso é mentira. A menina não estava prestes a morrer nem o aborto se apresentava como a “solução”. Uma gravidez como a dela exigiria um acompanhamento adequado. Médicos que honrassem o seu juramento fariam tudo para salvar os gêmeos, esperando que eles chegassem a uma idade gestacional em que poderiam sobreviver a uma operação cesariana. Afinal, para que servem as nossas UTIs neonatais?” (Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz)
Segue o link:
http://juliemaria.wordpress.com/2009/03/08/carta-do-padre-lodi-a-dom-jose-c-sobrinho/

08/03 - O Arcebispo não excomungou ninguém. A excomunhão de pessoas que favorecem conscientemente o aborto é automática e prevista no Código de Direito Canónico.

1398 - quem provoca aborto, seguindo-se o efeito, incorre em excomunhão latae sententiae {automática]

A Igreja não foi hipócrita e os responsáveis pela excomunhão são justamente os próprios excomungados que, por convicção, se colocam em posição diametralmente oposta à Doutrina da Igreja.

Quanto aos fatos que envolvem a situação toda, sugiro que leiam o texto do Pe. Edson Rodrigues, que acompanhou o caso pessoalmente:

http://januacoeli.wordpress.com/2009/03/06/pe-edson-sobre-o-caso-da-menina-gravida/

É necessário lembrar que a posição da Igreja foi amparada por uma junta médica e uma junta jurídica. E que as histórias sobre o risco de vida da menina são exagerados e propalados por entidades pró-aborto.

Paz e bem.

Flávio Bueno disse...

"É necessário lembrar que a posição da Igreja foi amparada por uma junta médica e uma junta jurídica. E que as histórias sobre o risco de vida da menina são exagerados e propalados por entidades pró-aborto."

Ah Alisson tbm não agrida a minha inteligência!!! Vc é médico??? Vc é pai??? pelo amor de dadá né?? Dizer q não há risco em uma gestação gemelar em uma menina de 9 anos é no mínimo prevaricar os seres humanos de uma coisa chamada bom senso...

Vamos debater, mas não sejamos fanáticos cegos, a gente tá fazendo isso aqui é justamente pra promover um debate inteligente agora cometer inferencias como estás ae sinto muito meu caro, não sou obrigado a concordar!!!!

Cristiano disse...

Avalio da mesma maneira Flávio... Qual a função de um médico??? não é salvar vidas, os médicos de Pernambuco assim o fizeram!!! Se for assim a Igreja precisa eleger uns curandeiros, uns pajés, e acabar com a medicina no mundo, pq o q vai ter de médico excumungado ae num vai ser nbrinquedo!!!

Batteradp disse...

Excomunhão é absurdo total!!!! Talves o aborto não tivesse sido necessário, pode até ter sido uma decisão drástica, mas o clamor público de revolta pressionou para tal decisão fosse tomada. Não tenho relatos nenhum sobre qualquer tipo de conversa desse Bispo com os excomungados, para mim essa foi uma decisão dele e não da Igreja e nem como representante, a Igreja é formada por seus fiéis e seus representantes não podem tomar decisões pessoais e sentimentais nesses casos. E se quiser me excomungue também... Patética essa atitude.

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal