domingo, 24 de janeiro de 2010

Amor maternal de Maria inspira ao homem a converter-se a Deus, diz Bento XVI!!!!

A notícia é antiga mais vale a pena ser lida!!!!

Depois de finalizar a Eucaristia pelo 150 aniversário das aparições da Virgem de Lourdes, o Papa Bento XVI presidiu a reza do Ângelus no que destacou que "o amor maternal da Virgem Maria

desarma qualquer orgulho; faz ao homem capaz de ver-se tal como é e lhe inspira o desejo de converter-se para dar glória a Deus".

O Santo Padre explicou que a oração do Ângelus "oferece-nos a possibilidade de meditar uns instantes, em meio de nossas atividades, no mistério da encarnação do Filho de Deus. A meio-dia, quando as primeiras horas do dia começam a fazer sentir o peso da fadiga, nossa disponibilidade e generosidade se renovam graças à contemplação do 'sim' de Maria".

"Esse 'sim' limpo e sem reservas se alicerça no mistério da liberdade de Maria, liberdade plena e total ante Deus, sem nenhuma cumplicidade com o pecado, graças ao privilégio de sua Imaculada Concepção", prosseguiu.

Depois de precisar que a condição de Imaculada não afasta à Virgem Maria dos homens e mulheres porém a faz mais próxima a todos, Bento XVI afirmou que em Lourdes como em todos os santuários marianos do mundo "multidões imensas chegam aos pés de Maria para lhe confiar o que cada um tem de mais íntimo, o que leva especialmente em seu coração. O que, por olhar ou por pudor, muitos não se atrevem às vezes a confiar nem sequer aos que têm mais perto, confiam-no a Aquela que é toda pura, a seu Coração Imaculado: com simplicidade, sem fingimento, com verdade. Diante de Maria, precisamente por sua pureza, o homem não vacila a mostrar-se em sua fragilidade, a expor suas perguntas e suas dúvidas, a formular suas esperanças e seus desejos mais secretos".

"O amor maternal da Virgem Maria desarma qualquer orgulho; faz ao homem capaz de ver-se tal como é e lhe inspira o desejo de converter-se para dar glória a Deus", precisou.

Logo depois de explicar que Maria é escola de encontro com Deus, o Papa sublinhou que na Mãe de Deus "a Igreja pode já contemplar o que ela está chamada a ser. Nela, cada crente pode contemplar a partir de agora a realização cumprida de sua vocação pessoal. Que cada um de nós permaneça sempre em ação de graças pelo que o Senhor quis revelar de seu plano salvador através do mistério de Maria".

"Santa Maria, tu que apareces-te aqui, faz cento e cinqüenta anos, à jovem Bernadette, ‘tu és a verdadeira fonte de esperança’. Como peregrinos confiados, chegados de todos os lugares, vamos mais uma vez a tirar de seu Imaculado Coração fé e consolo, gozo e amor, segurança e paz. Mostra-te como uma Mãe para todos, Ó Maria. Dá-nos a Cristo, esperança do mundo. Amém", concluiu o Papa.

Fonte: ACI Digital. http://www.acidigital.com/noticia.php?id=14327

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal