domingo, 21 de março de 2010

Mãe desiste de praticar aborto e diz sim à vida

Na segunda reportagem especial sobre o aborto, você confere a história da modelista, Maria Lúcia Monteiro, que há 35 anos decidiu dizer sim a vida.


Assista à reportagem


Maria Lúcia Monteiro descobriu que estava grávida aos 26 anos, com medo de contar para a família sobre a gestação, ela tomou uma triste decisão. "Eu pensei, o que vou fazer agora? como que eu vou enfrentar? Então meu ímpeto foi inventar uma desculpa, de que eu iria estudar em alguma cidade e depois veria o que ia fazer", conta.

Mas seu destino mudou por completo quando estava para entrar na clínica de aborto. Naquele instante, o amor pela vida falou mais alto. "Nesse meio tempo passou um 'filme' pela minha cabeça. No futuro, o que eu iria pensar, se eu desse esse passo, quando eu visse uma criança? Daí pra frente, eu levantei a cabeça mesmo e falei, eu vou enfrentar o mundo", diz, emocionada, Maria Lúcia.

A decisão que Lúcia tomou momentos antes de entrar para a clínica de aborto salvou a vida de um bebê inocente. Ela deu a luz a uma menina. Hoje sua filha, Gisele Monteiro, psicóloga, não se sente revoltada por que um dia a mãe resolveu praticar o aborto, muito pelo contrário, entre mãe e filha, há muito amor e respeito.

Atualmente Gisele é casada, ela e o marido não podem ter filhos, mesmo assim, perceberam que era possível amar uma criança não vindo de seu ventre. "Graças a alguém que disse 'sim a vida', que foi a genitora dele, a gente pôde dizer esse sim e ter uma família de verdade".

Hoje Gisele encaminha crianças que foram rejeitadas pelos pais para casais que queiram dar amor. Em menos de um ano, nove crianças foram salvas, crianças que ela chama, como "filhos do céu".

"Que bom que a mãe pode dar um filho e não matá-lo", diz Gisele.

Leia mais

.: Conheça uma história emocionante de quem não optou pelo aborto

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal