segunda-feira, 22 de março de 2010

"Não julgar e não condenar o próximo", pede o Papa neste domingo!!!

"Aprendamos do Senhor Jesus a não julgar e a não condenar o próximo", foi o pedido do Papa Bento XVI, antes do Angelus deste domingo, 21, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

O Santo Padre refletiu sobre o Evangelho deste domingo, da mulher adúltera e as palavras de Jesus: "aquele de vós que estiver sem pecado seja o primeiro a atirar-lhe uma pedra”. "Estas palavras estão cheias da força desarmante da verdade, que abate o muro da hipocrisia e abre as consciências a uma justiça maior: a do amor, em que consiste a realização plena de cada preceito. É a justiça que salvou também Saulo de Tarso, transformando-o em São Paulo".

"Deus deseja para nós somente o bem e a vida; ocupa-se da saúde da nossa alma através dos seus ministros, libertando-nos do mal com o Sacramento da Reconciliação, para que ninguém se perca, mas todos se possam converter", acrescentou o Papa.

Neste ano sacerdotal, Bento XVI exortou os pastores a imitar São Cura d’Ars no ministério do perdão sacramental, para que os fiéis redescubram o seu significado e beleza e sejam restabelecidos pelo amor misericordioso de Deus, o qual chega ao ponto de esquecer voluntariamente o pecado para nos perdoar.

O Papa concluiu convidando todos a aprender do Senhor Jesus a não julgar e a não condenar o próximo. “Aprendamos a ser intransigentes com o pecado - a partir do nosso – e indulgentes com as pessoas. Que nisto nos ajude a santa Mãe de Deus que, isenta de qualquer culpa, é medianeira de graça para cada pecador arrependido".

Depois da recitação do Angelus o Papa recordou que no próximo domingo - Domingo de Ramos-, ocorre o 25º aniversario do inicio das Jornadas Mundiais da Juventude, uma criação do Venerável João Paulo II. Por isso, Bento XVI convidou os jovens de Roma de do Lacio a se reunirem na próxima quinta feira, 25, a partir das 19 horas, para um encontro especial de festa.

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal