segunda-feira, 5 de abril de 2010

Sujeira...

Sai o sujo e entra o imundo....E casa limpa....Essa é a visão do SENADO brasileiro.

Saiu o Joaquim Roriz e entrou o suplente, mas me diga uma coisa. Qual foi a diferença?
Nenhuma eu respondo. Porque o ex-senador Joaquim Roriz (PMDB-DF), foi flagrado em conversas telefônicas acertando a partilha de um cheque de R$ 2,2 milhões durante investigação de um esquema de corrupção no Banco de Brasília (BRB).

E o SUPLENTE do ex-senador Joaquim Roriz, Gim Argello (PTB-DF), é investigado porque teria recebido R$ 500 mil dos R$ 2,2 milhões sacados a partir do cheque repassado pelo empresário Nenê Constantino a Roriz. Segundo os mesmos relatos, o dinheiro teria sido supostamente entregue a Argello por Valério Neves Campos, assessor de Roriz, no pátio da Nely Transportes, cujo dono é ligado a Roriz. Argello teria sido o portador de uma parte destinada ao ex-presidente do Banco de Brasília (BRB), Tarcísio Franklin, preso na Operação Aquarela. A suposta entrega do dinheiro teria sido feita junto com André Campos do Amaral, ex-advogado do BRB, do deputado distrital Pedro Passos, e atual defensor dos interesses de Franklin em algumas causas. A assessoria de Argello nega que o suplente de Roriz tenha recebido qualquer valor referente ao cheque e que as pistas trilhadas pelos investigadores são inverossímeis.

O PIOR É QUE ELE QUER......“A renúncia é uma estratégia esperta para escapar do julgamento político, é uma declaração de desprezo ao povo”, disse o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).

E nós ficamos aqui....Crendo que um dia o Senado realmente ficará limpo.....

Mas esquemos do Renan....Bom esse assunto fica pra depois....

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal