segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Como combater o medo dentro do casamento!!!

Os homens estão sendo atacados violentamente no campo da sexualidade. A violência hoje é tão grande que só conseguimos nos libertar pelo poder doEspírito!

O inimigo de Deus "pegou de mira" os casamentos. O maligno faz de tudo para separar os casais. Ele usa desde o desentendimento até o adultério com o objetivo único de separá-los. É uma questão de intercessão! Não é para a mulher traída ficar doida, decepcionada com seu casamento, com seu marido. É para interceder! Lembre-se: "É carne de minha carne, osso dos meus ossos". Calma, você não pode perder aquilo que é carne da sua carne! Repito: é uma questão de intercessão! Não podemos mais brincar em serviço, de modo especial, no campo da sexualidade, em questão de fidelidade no casamento.

Na Canção Nova temos, graças a Deus, homens e mulheres solteiros e casados, padres, leigos e seminaristas, e todos nós somos chamados a viver a castidadedentro do próprio estado de vida. Este é o desafio que Deus põe para nós: homens e mulheres vivendo juntos, trabalhando lado a lado, em sadia convivência.

O Senhor hoje suscita homens e mulheres para viverem a castidade dentro do casamento. Para viverem com santidade sua sexualidade e serem fiéis no matrimônio porque são fiéis a Deus. Essa é uma questão espiritual e só é possível viver assim pelo poder do Espírito Santo. Para nos mantermos firmes é preciso muita oração, porque é uma contínua batalha espiritual.

O intercessor não pode ser uma pessoa cheia de temores. Existem aqueles que morrem de medo do inimigo, de uma contaminação, daquilo que vai acontecer. A Palavra de Deus nos diz:

"Todos os meus temores se realizam, e aquilo que me dá medo vem atingir-me"(Jó 3,25).

É como a semente que plantamos. Se a semente que você plantou for boa, nascerá uma planta boa; se for uma semente ruim, nascerá um planta ruim. Por isso, o Senhor nos diz nessa passagem bíblica: "Todos os meus temores se realizam [...]". O Altíssimo mesmo está nos alertando. Nossos temores são como sementes: se cultivados, acabam se realizando. Reze com toda confiança:

"Eu, intercessor, não posso ser uma pessoa cheia de temores, não posso cultivar nem aninhar temores no coração, como a terra não pode aninhar uma semente má; não posso aninhar no meu coração temor algum, porque a semente que se aninha brota, cresce e dá fruto; porque os temores que se aninham em mim se realizam".

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal