terça-feira, 3 de agosto de 2010

Educar os filhos adolescentes é um desafio? Certamente. No entanto, muitos pais não sabem como lidar com esta fase de transformação dos filhos, e por isso acabam rotulando esse período como “aborrecência”, o que não ajuda no relacionamento pai e filhos.

Neste segundo depoimento do “Especial Dia do Pais”, diácono Nelsinho Corrêa fala de como é seu relacionamento com os três filhos adolescentes: Lucas de 17 anos, Gabriel de 15 e Míriam de 14. “A primeira coisa que eu acho importante na educação dos adolescentes é banir a frase “borrecência”, porque eles ficam chatinhos mesmo e nos testam até onde podem, mas aí está a importância dos pais imporem limites” diz o diácono.

Nelsinho diz que a adolescência é uma fase onde o pai precisa estar muito próximo dos filhos e ter paciência com eles. “Os pais precisam entender que adolescente não é anjo, e eles não podem queimar etapas, ao contrário, precisam viver as coisas próprias deste tempo”.

“Pai, na adolescência, dê muito amor ao seu filho. Beije-o muito, principalmente quando ele chegar da rua, porque você vai perceber se ele cheirou alguma coisa, ou bebeu algo que não fosse um suco de laranja. Dê carinho para seu filho em casa, para que ele não vá buscar na rua”.

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal