terça-feira, 31 de agosto de 2010

Mais uma atitude reacionária da CNBB!!!

Essa é mais uma daquelas notícias que me causa estranheza e uma certa decepção com a postura de órgãos influentes da nossa Igreja, que diz em altos prantos não ser partidário, mas que a cada dia segue mais o rumo do desespero político direitista que não se preocupa com a verdade e sim com a manipulação das massas de manobra que vão as missas todos os domingos!!!

Respeito muito a CNBB e muitas de suas práticas políticas, mas daí a contribuir para o cegar de um povo vai de encontro com aquilo que tenho de mais forte no meu coração, que é a verdade ideológica acima de qualquer coisa. A CNBB não está lutando a favor da vida e sim a favor de uma elite neoliberalista que é pobre espiritualmente mas, apresenta altos dízimos. Não é justo votar em um cara como o Serra, que quando Ministro da Saúde instalou o genérico, mas esqueceu de dizer para a população que o maior laboratório de genéricos do país era seu. Ele é um governador que prometeu acabar com as drogas, mas a Cracolândia nunca foi extinta. Que fez parte de um governo que deu o Brasil para os Estados Unidos governar e ainda privatizou quase tudo. Agora votar é opção individual o que eu acho muito injusto e porque não anti-ético é a CNBB promover calúnias e mentiras entrando no mesmo esquema sujo em que Globo, Veja e Época estão fazendo e perdendo seus públicos.

Não são os evangélicos que vão eleger a Dilma, nem os ateus, nem os umbandistas e demais crenças que irão colocar a Dilma no Planalto e nem outros membros do PT. Quem vai colocar a Dilma no Planalto são os católicos e o povo que sentiu mudança na atitude do governo em relação ao social, são os milhares de Brasileiros que engordaram a sua conta no final do mês, que subiram de classe social, são aqueles que vêem neste tipo de política a oportunidade de ser alguém. E não a Elite Católica formada por senhores como "Joaquim Roriz (canalha), Jader Barbalho (pilantra), José Serra (Lobo em pele de lobo mesmo), Geraldo Alckmin (Precisa dizer algo), ACM NETO, DEMOSTENES TORRES, GIM ARGELO (que vive bancando festa de encontro jovem em Taguatinga pra ganhar voto), Roney Nemer (que teve seu nome envolvido no mensalão do DEM) e mais um monte de pilantra com pele de católico que se eu for listar aqui vou demorar o dia todo!!!

Eu só gostaria que a CNBB se posicionasse com a verdade não só em cima de fatos não comprovados e injuriosos do PT e sim a fatos verídicos e comprovados dessa corja católica que está sendo amaciada pela Igreja para voltar ao poder.

PS: Eu prefiro ter um terreno a menos para uma Igreja e ter neste espaço uma escola ou um posto de saúde. Os padres de plantão vão entender o recado, e para quem não entendeu cuidado ao votar em candidato católico que vive prometendo espaço para construção de mais igrejas, pois igrejas temos muitas, escolas boas, quase nenhuma.

e tenho dito...

Flávio Bueno

RIO - A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou uma carta na última segunda-feira na qual pede que os fiéis não votem na candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.
Leia a carta na íntegra:
Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. Com esta frase Jesus definiu bem a autonomia e o respeito, que deve haver entre a política (César) e a religião (Deus). Por isto a Igreja não se posiciona nem faz campanha a favor de nenhum partido ou candidato, mas faz parte da sua missão zelar para que o que é de "Deus" não seja manipulado ou usurpado por "César" e vice-versa.
Quando acontece essa usurpação ou manipulação é dever da Igreja intervir convidando a não votar em partido ou candidato que torne perigosa a liberdade religiosa e de consciência ou desrespeito à vida humana e aos valores da família, pois tudo isso é de Deus e não de César. Vice-versa extrapola da missão da Igreja querer dominar ou substituir-se ao estado, pois neste caso ela estaria usurpando o que é de César e não de Deus.
Na atual conjuntura política o Partido dos Trabalhadores (PT) através de seu IIIº e IVº Congressos Nacionais (2007 e 2010 respectivamente), ratificando o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) através da punição dos deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso, por serem defensores da vida, se posicionou pública e abertamente a favor da legalização do aborto, contra os valores da família e contra a liberdade de consciência.
Na condição de Bispo Diocesano, como responsável pela defesa da fé, da moral e dos princípios fundamentais da lei natural que - por serem naturais procedem do próprio Deus e por isso atingem a todos os homens -, denunciamos e condenamos como contrárias às leis de Deus todas as formas de atentado contra a vida, dom de Deus,como o suicídio, o homicídio assim como o aborto pelo qual, criminosa e covardemente, tira-se a vida de um ser humano, completamente incapaz de se defender. A liberação do aborto que vem sendo discutida e aprovada por alguns políticos não pode ser aceita por quem se diz cristão ou católico. Já afirmamos muitas vezes e agora repetimos: não temos partido político, mas não podemos deixar de condenar a legalização do aborto. (confira-se Ex. 20,13; Mt 5,21).
Isto posto, recomendamos a todos verdadeiros cristãos e verdadeiros católicos a que não dêem seu voto à Senhora Dilma Rousseff e demais candidatos que aprovam tais "liberações", independentemente do partido a que pertençam.
Dom Luiz Gonzaga Bergonzini"

8 comentários:

Flávio Bueno disse...

sem nenhum medo de ser poêmico, mas pra mim isso é lutar contra a polarização de um política corrupta e safada q por séculos dominou este país!!!

Leo disse...

A CNBB tem me decepcionado cada dia mais enqaunto católico... É lamentável que quem devia servir de colírio ao olhos do povo se deixe fazer de massa de manobra. Na sua lista de católicos você esqueceu de incluir o Sr. Raimundo Ribeiro que banca festas de encontros de uma certa paróquia na Asa Norte com o intuito de angariar seus "fieis" seguidores

Meri Pellens disse...

Mas a Igreja nem precisava pedir. Na Dilma eu não voto mesmo. Não que eu seja à favor do Serra. Nunca vi tantos escândalos no governo, ainda evolvendo o partido do presidente, como no governo do Lula. Só mesmo no governo Collor.
Candidatos perfeitos e salvadores não existem, mas ao menos dá para escolher menos pior.
Abraço e muita paz.

Anônimo disse...

@ MERI... EXCELENTE !!!!

NEM DILMA, NEM SERRA!
MARINA SILVA, BASTA DOS MESMOS!

Flávio Bueno disse...

Grande Lé, é verdade ainda tem o pilantra do Raimundo Ribeiro q se diz um caraq sério mas, era da tropa de elite dio Arruda q se safou...

e Meri, eu até acho a Marina uma grande pessoa, com grandes ideias, mas, sou da área ambiental e sei as dificuldades q ela teve como gestora....

e mais

pra evitar q a direita volte ao poder, e aconteça tudo aquilo q eramos até oito anos atrás. o meu voto é certo...

É NA DILMA!!!!

PH disse...

Em que ponto nós chegamos...

Jah ilumine nossas mentes.

Sávio Sam disse...

Independente da CNBB as coisas tem que ficar claras...

Ninguém tem a menor dúvida da vitória de Dilma... (infelizmente).
Não sou partidário do Serra tanto que no primeiro turno vou de Marina Silva.
Agora como Cristão Católico Apostólico Romano e a favor da vida. Tenho que me posicionar. Costumo dizer que se algum dia eu tiver que escolher entre declarar como filho da minha mãe a quem devo muito ou católico eu serei sempre católico. Eu até me simpatizei com a candidatura da Dilma no inicio mas depois de ler o PNHD3, ficou impossivel pra mim votar nela... NÃO VOTO NA DILMA ABORTISTA. A FAVOR DE CASAMENTO DE PESSOAS DO MESMO SEXO E TUDO O QUE EU ABOMINO COMO CRISTÃO.

PS: Só pra constar, o governo Lula foi pragmaticamente todo de direita. Tanto é que os remanescentes de esquerda fundaram o PSol... A Ideologia esquerdista esta ultrapassada demais e nem os partidos de esquerda o querem botar em prática.

Antônio disse...

Oi, irmão. Boa tarde.
Sugiro que leia este post.

http://blog.opovo.com.br/ancoradouro/eu-porem-vos-digo-marina/

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal