quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Erguei a minha Cruz sobre os vossos sonhos

“Porque a Deus nenhuma coisa é impossível. Bem aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas” (Lc 1, 37.45).


Sem que houvesse sido planejado dessa forma, a primeira edificação da nossa sede nacional foi a cruz, ao lado da capela de Nossa Senhora de Pentecostes. Isso nos fez lembrar de uma profecia que recebemos: “Erguei a minha cruz sobre os vossos sonhos, a minha cruz que representou a derrota dos sonhos daqueles que pensaram que Eu iria restaurar imediatamente o reino de Israel, que ao me verem morrer na cruz viram morrer também o seu sonho de libertação das mãos do opressor. Estes não entenderam que Eu os libertei sim do verdadeiro opressor. Quando erguerdes a minha cruz sobre os vossos sonhos, o meu sangue lavará e restaurará corações desapontados e descrentes por terem visto tantos de seus sonhos ruírem. Eu lavarei as feridas da mágoa e desapontamento e tristeza profunda no meu sangue redentor. Eu resgatarei a verdade e cancelarei toda a ilusão e mentira a respeito da felicidade. Eu realizarei cura profunda em vosso interior para que volteis a crer e a sonhar.Eu lavarei no meu sangue a vossa visão para que possais ver os bens futuros que lhes preparei. Lavarei também no meu sangue todos os envolvidos, todas as pessoas e circunstâncias das quais dependeis para realizardes vossos sonhos. Eu vos libertarei das amarras da descrença, do fracasso, das palavras de maldição, do fatalismo e vos deixarei livres para sonhar, sem traumas, sem medos, sem nada que os prenda”.

Confirmação: Lucas 1, 37.45: “Porque a Deus nenhuma coisa é impossível. Bem aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas.”

Que cada um ore ao Senhor, perguntando o que significaria erguer a sua cruz sobre seus sonhos. A moção é que erguer a cruz de Jesus é ter uma atitude diferente daquela apregoada pelos valores que o mundo nos oferece. Para uns significará perdoar como Jesus perdoou, para outros será amar até as últimas conseqüências, para outros ainda será entregar-se com toda confiança nas mãos do Pai. Na oração o Senhor haverá de mostrar a cada um de nós o tipo de atitude que demandará de nossa parte para testemunharmos que Jesus Cristo é o nosso Senhor e termos a sua cruz, que é o símbolo de nossa pertença a Ele, erguida sobre nossa vida.

Maria Beatriz Spier Vargas
Secretária geral do Conselho Nacional da RCCBRASIL

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal