segunda-feira, 6 de junho de 2011

Regional Sul 3 discute as novas Diretrizes para evangelização da Igreja no Brasil!!!


assebleianosulO Regional Sul 3 da CNBB (Rio Grande do Sul), esteve reunido de 3 a 5 para a sua 8ª Assembleia da Ação Evangelizadora da Igreja no Rio Grande do Sul. O encontro contou com cerca de 120 participantes, na Casa de Retiros Vila Betânia, em Porto Alegre (RS). Como principal discussão a aplicação das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAG), aprovadas na 49ª Assembleia Geral da CNBB realizada de 4 a 13 de maio em Aparecida (SP).
Eleito presidente do Regional, o bispo da diocese de Novo Hamburgo, dom Zeno Hastenteufel, coordenou os trabalhos durante estes três dias. Neste diálogo com o episcopado gaúcho, coordenadores de pastorais, padres e leigos foi apresentada a resolução da CNBB para a ação pastoral no estado. A partir das Diretrizes e da realidade local, a Assembleia Regional deve decidir as prioridades que devem orientar os trabalhos nas arquidioceses e dioceses do Rio Grande do Sul. Entre as principais prioridades definidas pelo documento está vocação para a missão da Igreja, a conversão pastoral e o estudo da Bíblia, como indicativo para a ação evangelizadora e pastoral.
A nova presidência do Sul 3 composta pelo vice-presidente dom Canísio Klaus, bispo da diocese de Santa Cruz do Sul, e secretário, dom Remídio Bohn, bispo auxiliar da arquidiocese de Porto Alegre também foi apresentada.
Ao justificar o porquê das novas diretrizes, dom Zeno afirmou que o estado não está no mesmo nível na vivência da Conferência de Aparecida no que diz respeito à missão e ao discipulado, sendo este o mote que norteia a Igreja do Brasil. “Essas diretrizes são uma adaptação de Aparecida. A Palavra de Deus deve ser o grande motor de nossa caminhada pastoral. A Igreja do Brasil olha com atenção para o Rio Grande do Sul, visto que é um dos estados que recebe maior influxo da secularização”, destacou.
O bispo da diocese de Uruguaiana, dom Aloisio Dilli, mencionou que as diretrizes contemplam dois conceitos fundamentais da Conferência de Aparecida: mudança de época e conversão pastoral. Comentou que o documento aponta para uma pastoral missionária e não mais de conservação como caminho para a evangelização.
O segundo dia iniciou com a celebração da missa presidida pelo arcebispo de Passo Fundo, dom Ercílio Pedro Simon. Grupos se reuniram para debater e definir prioridades para o Regional a partir das cinco dimensões propostas pelas novas diretrizes: Igreja em estado permanente de missão; casa da iniciação à vida cristã; lugar de animação bíblica da vida e da pastoral; comunidade de comunidades e a serviço da vida plena para todos. O secretário executivo do Regional Sul 3, padre Tarcísio Rech, frisou que as diretrizes servem como orientação e elaboração dos planos de pastoral das dioceses.

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal