sexta-feira, 1 de março de 2013

Sede vacante

Neste dia 28 de fevereiro de 2013, a partir das 20 horas em Roma (16h de Brasília), a sede de Pedro está vacante, com a renúncia do Papa Bento XVI ao supremo pontificado. Seu gesto histórico, profético e evangélico transmite grandes lições a cada um de nós, à Igreja e ao mundo.

No dia 11 de fevereiro próximo passado, ao ouvir que o Papa iria renunciar, minha primeira reação foi rezar, agradecendo a Deus o grande Pontífice que Ele havia concedido à Igreja, sobretudo pela riqueza de seu magistério. Em seguida, louvei a Deus pela coragem e humildade de Bento XVI.

Essa decisão de tão grande importância foi tomada com muito sofrimento, reflexão e oração. Com lucidez e coragem, Bento XVI afirma que, depois de ter examinado repetidamente a sua consciência diante de Deus, chegou à certeza de que suas forças, devido à idade avançada, já não eram mais idôneas para exercer adequadamente o ministério petrino.

Próximo de completar 86 anos, com grande humildade, reconhece que “no mundo de hoje, sujeito a rápidas mudanças e agitado por questões de grande relevância para a vida da fé, para governar a barca de São Pedro e anunciar o Evangelho é necessário também o vigor, quer do corpo, quer da mente; vigor este, que, nos últimos meses, foi diminuindo de tal modo em mim que tenho de reconhecer a minha incapacidade para administrar bem o ministério que me foi confiado”.

Esse gesto que impactou a Igreja e o mundo está também carregado de extraordinário sentido de fé. Bento XVI proclama o reconhecimento do Senhorio de Jesus Cristo, pois é Ele quem conduz a Igreja, como seu verdadeiro Pastor, na força do Espírito Santo. Ele se reconhece como humilde servidor da vinha, como afirmou em sua primeira mensagem após a eleição para o supremo pontificado, no dia 19 de abril de 2005.

Convido o clero e todos os fiéis da Arquidiocese de Mariana a entrarem em clima de oração. Agradeçamos a Deus o pontificado de Bento XVI e imploremos ao Senhor que o reconforte com sua graça a fim de que seja fecundo esse tempo em que deseja servir a Santa Igreja de Deus numa vida consagrada à oração. Rezemos para que o Espírito Santo ilumine os Cardeais que irão eleger o novo Sumo Pontífice. Supliquemos ao Pastor Eterno que conceda à sua Igreja um pastor que com sabedoria conduza o rebanho, com solicitude vele por seu povo santo e com lucidez ajude o mundo a encontrar caminhos certos e seguros neste momento de grandes turbulências e incertezas para a humanidade.

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal