quarta-feira, 6 de maio de 2009

Música Católica no Mercado Secular

Recentemente, Adriana, cantora de grande sucesso na música católica lançou seu sexto CD, Milagres, o primeiro pela gravadora secular Som Livre, que há algum tempo vem investindo em cantores e grupos de grande repercussão entre os católicos, tais como Padre Fábio de Melo, Rosa de Saron etc.
O fato é que tal “secularização” vem gerando grande discussão entre os admiradores da música religiosa, tanto em grupos de amigos quanto em tópicos de fóruns na internet.
Há quem fale que a grande exposição e crescimento das bandas e cantores católicos geram encarecimento dos eventos, criando dificuldades para os produtores católicos e para o público, vez que a profissionalização destes gera também aumento nos preços dos ingressos. Há quem defenda tal exposição, afirmando que a música e a mensagem evangélica chegarão a lugares que, se fechados no mundo católico, jamais alcançariam. E, ainda, que não há problema no custo dos ingressos, porque os preços de tais shows são similares aos cobrados por cantores e grupos seculares.
Há, ainda, quem duvide de tal ampliação, questionando a real destinação do dinheiro.
Alguns são os fatos:
- O primeiro CD do Padre Fábio lançado pela Som Livre foi o mais vendido em 2008, superando até o Padre Marcelo Rossi, que há anos liderava a venda do gênero gospel/católico; os shows do Pe. Fábio são bem mais caros que dos demais músicos; ele tem ganhado grande exposição na mídia, inclusive com música em novela da Rede Globo; seu próximo livro, que será lançado nesse mês, já tem 150mil pré-vendas nas livrarias por todo o país; em pesquisa, vi que o show está na média dos R$70.000,00.
- Rosa de Saron tem tido grande aceitação entre os adolescentes e jovens, que ouvem as músicas as vezes utilizando suas conotações religiosas, por vezes com viés romântico; A música Sem Você é a mais procurada no site http://letras.terra.com.bre a banda é a quarta mais procurada no vagalume.com; 8 entre 10 adolescentes que conheço tem suas músicas em seus celulares.
Gostaria que deixassem aqui a opinião sobre o assunto, que tem gerado grande polemica entre os ouvintes da música cristã.

=)

Ah, aqui vai um link de uma entrevista do Feltrin, do Rosa: http://vagalume.uol.com.br/especiais/entrevista-rosa-de-saron.html

14 comentários:

Anônimo disse...

Na boa msmooooo

eu acho q secularizar, popularizar, divulgar a música de Deus em todos os lugares sempre é bacanaaa

lance de valor dos ingressos...

quem reclama disso é pq não é músico... pq não paga pra tocar como a maioria dos músicos católicos fazem...

e por aí vai

gabriel disse...

concordo com o anonimo...

cansei de ver bandas como Eterna, dentre outras pagarem pra tocar

ou qdo pagam, se for R$ 1000,00 é muito...

tem de existir profissionalização, afinal estamos anos luz atras do mercado evangélico

Léo Dantas disse...

Não acho que seja uma grande evolução assim. A Som Livre assinou com esses grupos a districuição, as gravadoras e produção são as mesmas. É lógico que ter seu material divulgado na grade da rede Globo é surpreendente e facilita o lado comercial dos músicos, mas quanto a secularização, acho que não é a palavra correta, já que as músicas permanecem com as mesmas características liturgicas ou religiosas, ou seja, os músicos não fizeram grandes mudanças para tornarem suas músicas comerciais. Como exemplo temos o prórpio Rosa de Saron(que eu gostava das antigas), mudou a proposta do seu som bem antes de entrar para o Grupo da Som livre. Assim concluo que o mercado secular é que está aceitando nossos músicos, ou seja, o contrário de secularização.

Amanda Brito disse...

Só pra exemplificar essa inserção da música católica: Hj a Jaque, que gravou pela codimuc, está no Jô e o padre Fábio estará no Faustão no próximo domingo.

Flávio Bueno disse...

É galera ser músico católico é uma provaçãooooooo em todos os sentidos!!!

E na minha visão como mebro de Ministério q sofre o dia a dia... tem mais é q se valorizar e popularizar a música católica...

Se a Apocalipse quiser gravar um cd... ela tem é q tirar do bolso de cada membro pra fazer isso... e ainda tocar em shows de graça... viajar de graça pra tocar... em outras palavras... pagar pra levar a Deus!!! Não q isso seja ruim, mas no meio tem muito pai de família q sobrevive disso...

nada mais justo q receber bem por isso... receber pelo bom trabalho q eles fazem em prol da palavra de Deus!!!!

Petrus disse...

Fala galera, a missão não é fácil. Mas, uma vez que assina um contrato com este tipo de gente você estará de certa forma nas mãos deles, deverá fazer um tipo de trabalho que os caras praticamente, eu disse praticamente aprovarem, grandes empresas dificilmente tem coração, tah certo que o Pe. Marcelo de certa forma conseguiu um lance bacana, mas não devemos misturar, ser servo não é ser artista, e ele soube separar a parada, ouvi o CD da Adriana, ainda continua falando de Deus abertamente, se continuar assim, DEUS fará a diferença em nós, este lance de comparação não rola , tah certo que os irmãos evangélicos estão com um instrumental animal, ou mano, a nossa música é apenas um pedaço na nossa missão aqui, o que eu toco é apenas uma pequena participação do mistério, agora que é uma boa é participarmos do secular desde que falemos abertamente, não por pose mas por competência e sinceridade.

Amanda faço de minhas palavras as Tuas.

Petrus

Anônimo disse...

O mundo precisa mais de pessoas de fé do que pessoas de fama!

Flávio Bueno disse...

Num entendi anonimo!!! Ter fama por acaso significa não ter fé???

Num entendi a analogia???

Eduardo disse...

Cara... tem mais é q cobrar mesmo... num sei pq por ser músico católico tem q ser passa fome... viver de provação é??? ué... sem tem gente q ganha a vida com isso... pois bem...

se fosse assim padre não poderia receber salário e recebe...

Anônimo disse...

Bom à casos e a casos...

Tem os espertos q não conseguem sucesso na midia secular e procura a católica para tentar fazer o msmo... só q usando de Deus,,
e tem gente q comeu pão e água a vida toda... ae pq melhoram um pou1quinho de vida pq consegue ganhar uma grana com seu trampo na igreja,... nego fica esculhaxando ae!!!

Escrotizar alguém pq ele recebe pelo trabalho na igreja pra MIM é uma grande manézagem!!!!

Ser musico ferrado e pobre tem q ser sinonimo de tocar pra Deus!!!

Carlos Eduardo disse...

Eu acho... q ser profissional em uma atividade pra Deus requer custos, afinal... as pessoas precisam comer, se vestir, sustentar famílias, etc...

Imagina se o cara da gráfica q faz os folhetins dominicais da santa missa... fizesse isso de graça... e essa fosse a sua unica fonte de renda!!!!

Petrus disse...

a vida é provada o tempo inteiro.
Para todo ato uma resposta...

Veja São Francisco...

A Paz

Eduardo disse...

viver de providencia é q num rola!!!!

compra corda ae com dinheiro da providencia...

paga ensaio com dinheiro de providencia...

grava cd com dinheiro de providencia....

Petrus disse...

A questão não é viver da providência, apesar de que a minha condição de ser humano as vezes faz com que eu pense que as coisas acontecem pq eu participo, não pq Deus me ajuda ir aonde não posso. Mas,Eduardo,creio que o caminho é por aí, não que viveremos o resto de nossas vidas nos escorando em Deus, deixando-o que realize tudo por mim, que eu fique ganhando graças sem merecer, nada disso, se minha missão for trabalhar em prol de levar comida aos famintos, como não teria todo o dinheiro do mundo para que esta missão tivesse êxito todos os dias, eu poderia bater em tua porta? Se tua resposta for sim, saiba que tu faria parte desta providencia de Deus, e eu viveria de providências de Deus todos os dias, pois muitos me não dariam. Na condição de músico, o batera é um dos que ralam mais, e na maioria das vezes não tem grana para comprar nem se quer uma baqueta, Deus sabe disso, de certa forma Deus proverá a conquista deste irmão quanto a compra. Então, irmão, até para viver dependo da providencia de Deus, todos os dias, pois rezo, e o peço pela vida, e se meu coração bate é por que Deus providencia a mesma vida todos os dias. Somos o corpo de Cristo e esta multiplicação de pães, provirá de Deus, muitas vezes não saberemos de onde virá, mas saberemos que ela estará a mão do Pai.
Deus te abençoe e guarde,
A Paz

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal