quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Campanha Ficha Limpa na Praça dos Três Poderes: faltam só 200 mil assinaturas!!!!

O cenário não podia ser melhor: a Praça dos Três Poderes. Este foi o palco escolhido para um dos últimos atos da Campanha Ficha Limpa que intensifica os esforços para arrecadar as 200 mil assinaturas que faltam para o Projeto de Lei de Iniciativa Popular que propõe a inelegibilidade de candidatos em débito com a justiça. O ato, realizado no final da tarde desta quarta-feira, 2, foi organizado pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), e contou com a participação do secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Dimas Lara Barbosa; do ex-procurador geral da República, Aristides Junqueira; dos atores globais Milton Gonçalves, Isabel Fillardis e Rafael Almeida, além dos deputados Antônio Biscaia, Chico Alencar e Paulo Rubem e de outras autoridades.

Dom DimasO secretário geral da CNBB acredita que, com mais mobilização, a campanha pode ultrapassar a meta de 1,3 milhão de assinaturas exigida para apresentação do projeto de lei no Congresso Nacional. “Falta muito pouco (para 1,3 milhão) e o voto de cada um pode ser decisivo”, disse dom Dimas. No dia 7 de agosto, em São Paulo, o MCCE lançou a mobilização “300 mil em 30 dias”, visando coletar as 300 mil assinaturas que faltavam. O ato de hoje fez parte desta mobilização.

A Campanha Ficha Limpa foi lançada no ano passado, durante a assembleia da CNBB, em Itaici (SP). Ela propõe mudança na lei de inelegibilidades, impedindo a candidatura de candidatos que tenham cometido crimes graves e que já tenham sido julgados em primeira instância. Prevê também a inelegibilidade de parlamentares que, para escapar do risco de cassação, renunciam ao cargo para concorrer nas eleições seguintes. Além disso, amplia o prazo de inelegibilidade para oito anos.

“Não se trata de qualquer crime, mas de crimes contra a vida, como homicídio, estupro, e o não cumprimento do dever de guardar o erário público”, explicou o secretário executivo da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP), Carlos Moura. “É mais fácil prevenir evitando que pessoas não comprometidas com o bem comum se candidatem”, acentuou.

JunqueiraO ex-procurador geral da República, Aristides Junqueira, defendeu a constitucionalidade do projeto e disse que ele não fere o princípio da presunção de inocência uma vez que já houve a condenação em primeira instância. “A condenação é causa de inelegibilidade. A condenação em primeira instância tem valor. Portanto, perante a justiça eleitoral houve empecilho. Não há inconstitucionalidade (na proposta do projeto de lei)”, disse Junqueira.

Segundo o juiz Marlon Reis, um dos diretores do MCCE, muitos eleitores têm demonstrado medo, por isso não assinam o abaixo-assinado. “Já vimos pessoas que não assinaram por medo do prefeito. Em paróquias e periferias do Rio de Janeiro, muitos dizem que têm medo dos políticos (por isso não assinam)”, disse Reis. De acordo com o juiz, esta é a razão do Movimento ainda não ter conseguido o número de assinaturas exigido
Milton Gonçalvespela Constituição para apresentação do novo projeto de lei de iniciativa popular.

O conhecido ator Milton Gonçalves ressaltou a importância da participação popular na Campanha Ficha Limpa para que sejam eleitos candidatos honestos. “Minha profissão me dá raríssimas oportunidades, como o papel que fiz do político Romildo Rosas (na novela ‘a Favorita’). Um papel como esse acaba sendo um benefício porque mostra as mazelas (políticas)”, disse o ator.

Outro ator da Globo que participou do ato foi o jovem Rafael Miranda. Ele se disse entusiasmado com a Campanha e acredita que ela pode ajudar a melhorar o futuro do país. “Quando você assinar (a Campanha Ficha Limpa), você estará construindo o futuro de quem ainda nem nasceu. Cada assinatura dessa é uma vida salva”, afirmou.


7 comentários:

Flávio Bueno disse...

Ae galera faqlta poucooo

quem ainda não assinou... vamos fazer uma força ae.... imprime a sua fichaaa e faça do nosso país um lugar mais honesto e digno...

não eleja nenhum pilantra

Luis Cláudio disse...

Parabe´ns a CNBB pela iniciativaaa
tem sem meu apoio incondicional

Ana Cláudia disse...

Só gostaria de ver os padres colocando tais fichas na porta das igrejas pra fortalecer tal iniciativaaa

pro povão de fato assinar issooo

chega de salafrário no poderrrr

Eduardo disse...

Apoiadoooo

Carlos Eduardo disse...

Poxaaaaa eu tinha ouvido falar da iniciativa mas num sabia como participar...

Leão de Judá disse...

Tem é q mandar pra ilha de Lost essa cambada de vagabundo

Flávio Bueno disse...

Concordo moçada...

imprima a fichaaa galeraa...

faça sua família, teus amigos assinarem... e vamos fazer do nosso pais... um país de políticos melhores....

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal