quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

O sentido cristão do batismo!!!!

Tenho sob os olhos, neste momento, a bela fotografia do Santo Padre batizando uma das catorze crianças que Ele introduziu na família de Deus durante a Missa, no dia litúrgico do batismo de Cristo. A foto colorida realça a mão direita de Bento XVI, com o belo anel pontifical, segurando a concha de água que escorre na cabecinha da criança. Linda fotografia e sugestiva.
O batismo – todos sabemos – é a porta por onde nos chega a graça do Senhor, riqueza sobrenatural que nos faz filhos de Deus por adoção. E mais: torna-nos templos da Trindade Santíssima.
Na minha saudosa paróquia universitária, nas Perdizes em São Paulo, ao final do rito batismal, costumava sugerir aos pais e padrinhos que beijassem o peito da criança recém-batizada, não porque a criança é bonita – toda criaça é linda – mas porque Deus trino mora no coração do novo cristão. É templo de Deus.
No Evangelho de Lucas (3, 21-22) lemos que, no momento do Batismo de Cristo, “o céu se abriu e o Espírito Santo desceu”. Desde o pecado dos nossos primeiros pais, o céu estava fechado, mas agora se rasga para chover sobre nós as chuvas da misericórdia divina.
É costume nosso festejar o aniversário do nascimento, quase nunca o de nosso batismo, que em geral as pessoas nem sabem quando é. Como pároco costumava sugerir aos pais que colocassem no quadro a certidão de batismo da criança para que, conservando-a, nunca a data fosse esquecida, mas sempre festejado o aniversário do nascimento para o céu.
Sob a foto pontifícia do batismo das catorze crianças acima citada, o texto do Papa fala do sentido da vela. O padrinho acende-a no círio pascal, enquanto o celebrante diz: “recebe a luz de Cristo”. De fato, o batismo nos ilumina com a luz divina da fé e é, sob esta luz, que o novo cristão deve caminhar.
A ocasião é propícia para recordar aos que são convidados pelos pais para a honrosa função de padrinhos, que assumam a responsabilidade de acompanhar a vida religiosa do afilhado, aconselhando-o e dando-lhe o exemplo de vida cristã. E os pais não devem convidar para padrinho ou madrinha qualquer pessoa, mas quem possa ser para o afilhado modelo de vida cristã e assim acompanhar carinhosamente a caminhada do afilhado. Batismo é nascimento para o céu: aí está o sentido cristão deste sacramento. Você sabe a data do seu batismo?

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal