sexta-feira, 10 de junho de 2011

A juventude santificada pelo Divino Espírito

Jovem, caro amigo, hoje quero fazer deste artigo uma oração e, por isso, quero começar lhe pedindo: Antes de continuar lendo, pare por alguns minutos, faça silêncio interior e eleve sua alma a Deus Espírito Santo. Viva a sua Maranatha do Espírito e peça com fervor: “Vinde, Espírito Criador, visitai as almas dos vossos fiéis; enchei de graça celestial os corações que Vós criastes!” Quero agora suplicar a você, admirável companheiro de juventude: abra-se à ação do Divino Espírito em sua vida e permita que Ele realize, em seu íntimo, um novo Pentecostes. Não se esqueça de que o Divino Espírito é força, luz e dinamismo. Quero que perceba que essas características do Espírito Santo são também as características inerentes aos jovens, pois jovem é sinônimo de renovação e de transformação. Somos jovens quando percebemos, no fundo de nossa alma, que o vento impetuoso de Pentecostes está soprando sobre todos e cada um de nós, conduzindo-nos em direção a novas messes! Somos jovens quando sentimos no coração que o Cenáculo está sempre aberto para nos acolher e, assim como Pedro, sem medo ou receios, anunciamos que Jesus Cristo triunfou sobre a morte e n’Ele nós somos vencedores!

Jovem, Deus lhe deu o Seu Espírito e o conduziu ao Cenáculo de Pentecostes em dois momentos centrais de sua vida na fé. O primeiro desses momentos foi o dia do seu batismo, dia feliz em que você foi inserido no Corpo Místico de Cristo. De forma plena, você recebeu o Supremo Espírito, no dia em que recebeu o sacramento da Confirmação. No dia da sua Crisma, os anjos que rodeavam você e os outros crismandos proferiram: “Ficaram todos cheios do Espírito Santo!” (At 2,4). Jovem crismando, o Divino Espírito é fecundo, suave e o conduz a uma profunda paz interior! Hoje, passados alguns anos após a recepção de sua crisma, eu quero questioná-lo: O vento impetuoso de Pentecostes continua transformando suas atitudes e sua conduta? O fogo renovador do Espírito continua incrementando seu compromisso com Cristo? Jovem, o Espírito habita em você e, por isso, do mesmo modo que não podemos deter o vento, não podemos aprisionar o Espírito Santo. Ele continua interpelando você sobre como está a sua luta contra o pecado, Ele o consagra para levar a Boa Nova aos outros jovens e é também Ele quem o faz exultar em agradecimento quando você consegue realizar boas obras em Nome de Cristo!

Jovem, em Sua Providência, Cristo quis que você recebesse o Espírito Santo. Lembre-se: todo jovem que é guiado pelo Divino Espírito é um exemplo de vida de oração e de doação ao próximo! Todo jovem que é instruído pelo Divino Espírito demonstra alegria e uma ampla satisfação em poder participar da catequese, dos Grupos de jovens e dos Movimentos destinados à juventude, nos quais ele vive e revive as verdades centrais da nossa fé! Todo jovem que se abre à ação do Divino Espírito corresponde ao amor de Deus, busca a transformação em Cristo e diz com convicção um sonoro não à violência, ao pecado, ao egoísmo e ao hedonismo! Todo jovem que recebe copiosamente a chuva de graças que provém do Divino Espírito diz com confiança um imenso sim à vida, à caridade, ao companheirismo e ao serviço desinteressado!

Jovem, se a terra de seu coração está árida e seca, abra-se à intimidade com o Espírito Santo e sinta que Ele é o companheiro inseparável, o Amigo de todas as horas e o seu maior Conselheiro! O Espírito Santo quer pairar em sua vida e em suas atitudes! Junte-se a outros jovens que, assim como você, estão sedentos em servir a Deus e à Sua Igreja e organizem uma sinfonia de jovens que cantam com fervor a bela canção do Espírito Santo! Jovem, o Espírito Santo habita em você e o torna agradável a Deus; consequentemente, proclame com entusiasmo aos seus companheiros de juventude que o Paráclito “vem onde é amado, onde é convidado, onde é esperado!” (São Boaventura, “Sermão para o IV Domingo da Páscoa”). Nessa sinfonia, o Paráclito o conduzirá cada vez mais a subir o tom da santidade e da justiça em sua vida e o levará a cantar um canto pentecostal de forma sempre nova: “Espírito do Deus vivo, desce de novo em mim: funde-me, molda-me, enche-me, usa-me!”

Jovem, quero ainda lhe dizer: o Espírito Santo “está em vós e permanece convosco!” (Jo 14,17). Nós, “somos o seu templo”. (1 Cor 3,17). Não deixe que o passar do tempo ofusque em sua alma a plena certeza de que “o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado!” (Rm 5,5). Saiba que “o Espírito vem em socorro de nossa fraqueza e em nosso favor intercede com gemidos inefáveis!” (Rm 8, 16.26). Vamos concluir, do mesmo modo que começamos, em íntima oração com o Divino Espírito; rezemos juntos: Vinde Espírito Santo e nos dê a real noção de quanto é importante o apostolado dos jovens para a vida da Igreja! Infundi em nossas almas o maior respeito à Lei de Deus e uma maior reverência por tudo que é sagrado! Que vosso fogo penetre em nossos corações todas as vezes em que recebermos o sacramento da Eucaristia! Que vossa luz santíssima nos ajude a vencer as trevas que imperam no mundo, para que sejamos, de fato, filhos da luz! Doce Consolador, ajudai-nos a sermos jovens na prática do serviço e da caridade e purificai-nos de tudo o que é impuro! Manso Espírito da Verdade, robustecei nosso amor pelo Cristo, para que possamos anunciar à juventude que somente a união com nosso Redentor nos fará vencer a escravidão, a exploração e todo desamor! Espírito de Amor, ensinai-nos a amar, assim como Cristo nos amou! Amém!

Aloísio Parreiras
(Membro do Movimento de Emaús/Brasília)

Nenhum comentário:

WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal