sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Pra se divertir!!!

Tem coisa que só Brasileiro sabe faz direito e samba é uma dessas... Fenomeno na Internet uma banda japonesa de pagode!!!! kkkkk...

Num sei se isso é bacana ou se é tosco!!! Reportagem sobre a banda no G1

Mas, vale a pena conferir!!!!


Pensamento do dia



“A vida não é nada mais do que um sonho: logo despertaremos com um grito de alegria”.
(Santa Teresinha)

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

João Paulo II auto-flagelava-se e dormia despido no chão!!!

João Paulo II era adorado pelas crianças

A revelação vem incluída no novo livro do monsenhor Slawomir Oder, que adianta ainda que o santo padre dormia nu no chão, prática vista como uma tentativa de aproximação ao sofrimento de Cristo

O Papa João Paulo II tinha comportamentos que o tentavam aproximar do sofrimento de Cristo. Estas revelações são publicadas no livro da autoria de monsenhor Slawomir Oder intitulado «Porque ele é um santo, o verdadeiro João Paulo II».

Segundo o autor, Karol Wojtyla auto-flagelava-se com frequência e dormia nu no chão:

«No roupeiro, pendurado entre as vestes, estava um cinto especial que ele utilizava para se autoflagelar. Quando optava por dormi no chão, Wojtyla tinha o cuidado de desmanchar a cama para evitar chamar a atenção para o seu acto de penitência», afirmou terça-feira no Vaticano o autor durante a apresentação do livro.

«O que temos de ver nestas formas de penitência - às quais, infelizmente os nossos tempos não estão habituados - são os motivos: amor a Deus e a conversão dos pecadores», afirmou o próprio João Paulo II, em 1986 na sua carta anual aos padres.

Oder, um dos principais entusiastas da canonização de João Paulo II, publica ainda uma carta em que o Papa anunciava, em 1989, a vontade de abandonar a liderança da Igreja católica no caso de ficar incapacitado.

O livro de monsenhor Oder é baseado em 114 testemunhos e em documentos de João Paulo II e pode vir a ser utilizado durante o processo de canonização de João Paulo II.

Veja mais noticias no site da Lux

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Instrumental de Faz um Milagre em mim!!!!

Vale a pena curtir!!!!

Pensamento do Dia!!!

"As diferenças não são barreiras, mas sim riquezas".

(Diácono Nelsinho Correa)

EVANGELHO QUOTIDIANO!!!

Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna. João 6, 68

Terça-feira, dia 26 de Janeiro de 2010

Hoje a Igreja celebra : S. Tito, bispo, companheiro de S. Paulo, séc. I, S. Timóteo, bispo, companheiro de S. Paulo, séc. I

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui
Papa Bento XVI: Timóteo e Tito: dois colaboradores de Paulo

Evangelho segundo S. Lucas 10,1-9.

Depois disto, o Senhor designou outros setenta e dois discípulos e enviou-os dois a dois, à sua frente, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir. Disse-lhes: «A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, portanto, ao dono da messe que mande trabalhadores para a sua messe. Ide! Envio-vos como cordeiros para o meio de lobos. Não leveis bolsa, nem alforge, nem sandálias; e não vos detenhais a saudar ninguém pelo caminho. Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: 'A paz esteja nesta casa!' E, se lá houver um homem de paz, sobre ele repousará a vossa paz; se não, voltará para vós. Ficai nessa casa, comendo e bebendo do que lá houver, pois o trabalhador merece o seu salário. Não andeis de casa em casa. Em qualquer cidade em que entrardes e vos receberem, comei do que vos for servido, curai os doentes que nela houver e dizei-lhes: 'O Reino de Deus já está próximo de vós.'

Da Bíblia Sagrada

Comentário ao Evangelho do dia feito por :

Papa Bento XVI
Audiência geral de 13/12/2006 © Copyright 2006 - Libreria Editrice Vaticana

Timóteo e Tito: dois colaboradores de Paulo

Três Cartas, tradicionalmente atribuídas a Paulo, são destinadas a estes dois colaboradores mais próximos, Timóteo e a Tito. Timóteo é um nome grego e significa "o que honra Deus". Enquanto Lucas nos Actos o menciona seis vezes, Paulo nas suas cartas faz referência a ele dezassete vezes (além disso, encontramo-lo uma vez na Carta aos Hebreus). Deduz-se que, aos olhos de Paulo, ele gozava de grande consideração. [...]

Quanto à figura de Tito, cujo nome é de origem latina, sabemos que era grego de nascença, isto é, pagão (cf. Gal 2, 3). Paulo levou-o consigo a Jerusalém para o chamado Concílio apostólico, no qual foi solenemente aceite a pregação do Evangelho aos pagãos. [...] Depois da partida de Timóteo de Corinto, Paulo enviou Tito a essa cidade com a tarefa de reconduzir à obediência aquela comunidade pouco dócil.

Se considerarmos em conjunto as duas figuras de Timóteo e Tito, apercebemo-nos de alguns dados muito significativos. O mais importante é que Paulo se serviu de colaboradores para o desempenho das suas missões. Ele permanece certamente o Apóstolo por excelência, fundador e pastor de muitas Igrejas. Contudo, é evidente que não fazia tudo sozinho, mas que se apoiava em pessoas de confiança que partilhavam as suas obras e as suas responsabilidades. Outra observação refere-se à disponibilidade destes colaboradores. As fontes relativas a Timóteo e a Tito realçam bem a disponibilidade deles para assumir vários cargos, que muitas vezes consistiam em representar Paulo também em ocasiões pouco fáceis.

Numa palavra, eles ensinam-nos a servir o Evangelho com generosidade, sabendo que isto obriga também a um serviço da própria Igreja. [...] Mediante o nosso compromisso concreto, devemos e podemos [...] ser, nós também, ricos em boas obras e assim abrir as portas do mundo a Cristo, nosso Salvador.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Pensamento do Dia!!!

"Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota".

(Madre Teresa de Calcutá)

Maurício de Souza lembra Zilda Arns em imagem com a Turma da Mônica!!!

mauricio_de_souza

Durante os últimos dias foram diversas as homenagens prestadas a Fundadora da Pastoral da Criança e Pastoral da Pessoa Idosa, Dra. Zilda Arns Neumann. O desenhista brasileiro, Mauricio de Souza, autor de diversos quadrinhos, entre eles "A Turma da Mônica", também prestou a sua homenagem, criando uma imagem especial, que ilustra a página inicial do site da "Turma da Mônica".

Mas uma vergonha da PM do Distrito Federal!!!!

Quando o PM do Distrito Federal jogou ao chão a universitária Ingrid Cartaxo, como se fosse uma boneca de pano, e fechou a grade gritando "O que que é? O que que é?", pensei: "Esta é a imagem de um governo desmoralizado, truculento e autoritário".

Desmoralizado pela corrupção e por manobras para garantir a impunidade. Truculento pela covardia contra jovens. Autoritário por não suportar contestação.

Identificado como tenente-coronel Cláudio Armond, comandante do 3o Batalhão, o policial militar perdeu o controle e empurrou fortemente a estudante de ciências sociais da Universidade de Brasília, que registrou queixa na Comissão de Direitos Humanos da Câmara contra a agressão. Havia suspeita de fratura no braço de Ingrid.

O mais preocupante é que essa cena começa a fazer parte da paisagem de Brasília.

A agressão ocorreu na quinta-feira. Estudantes depositaram 30 sacos de esterco na frente da Câmara Legislativa, em protesto contra as manobras para acabar com a CPI da corrupção. A inabilidade da PM - um eufemismo - vem se repetindo desde o início de dezembro, com contornos mais e menos violentos. E ninguém faz nada. Porque encara tudo como normal.

É inacreditável e vergonhoso que um país democrático não saiba lidar com manifestações políticas. Especialmente um país que enfrentou uma ditadura militar.

Qualquer cidadão brasileiro que conheça Paris sabe que as manifs (apelido carinhoso de manifestations) bloqueiam avenidas da capital francesa quase todo fim de semana e são protegidas, não atacadas, pelas forças da ordem. O trânsito é desviado pela polícia. E o direito de expressão é garantido. A passeata transcorre sem problemas.

Dá arrepio pensar quantos jovens seriam feridos ou morreriam nas mãos da PM de Arruda se promovessem quebra-quebras como os protagonizados por universitários em Paris nos últimos anos.

A PM armada precisa aprender a agir com serenidade e só usar a força quando não há outra alternativa. Senão, é abuso de poder.

No dia 9 de dezembro de 2009, em Brasília, cavalos, gás lacrimogêneo, balas de borracha e cassetetes foram arremessados contra estudantes.

A tropa de choque convocada pelo governador José Roberto Arruda para reprimir o protesto contra o mensalão do DEM agiu com brutalidade extrema. Um coronel chegou ao corpo a corpo com um manifestante.

Qual é a opinião do coronel Alberto, chefe de Comunicações da PM de Arruda? "Os manifestantes perturbaram terceiros, afrontaram a população de Brasília, porque não atenderam a nossos apelos para desbloquear a via e dar fluidez ao trânsito."

Sobre o confronto pessoal, Alberto disse em linguagem de código: "O coronel acabou entrando em vias de fato devido às circunstâncias". Afirmou que "a PM de Brasília treina exaustivamente para evitar conflito" e que "vem demonstrando capacidade muito grande de negociação".

Essa declaração soa como achincalhe. Quase como as risadas do "governador panetone" no fim do ano. Quem afronta a população não são os universitários, coronel. O que afronta são as propinas distribuídas em cuecas, meias, barrigas, bolsos e malas.

O que perturba é a dissolução da CPI depois de a Justiça destituir da comissão os aliados corruptos de Arruda. O que ofende são as tentativas acrobáticas de sobrevida do governador do DF e dos deputados aliados. Não há aqui nenhum desejo de incitar à desordem pública. Mas a desordem é inevitável e perigosa quando não se respeita o direito legítimo à manifestação.

Esses 30 estudantes (só me assombra o número não ser maior) faziam um protesto pacífico, acompanhados de um advogado. Diogo Ramalho, universitário, disse: "Este é um protesto simbólico. O esterco simboliza a sujeira aí na Câmara".

Virou pancadaria. A PM disse que tinha informações de que os estudantes "iriam jogar estrume nos deputados". Os jovens tentaram entrar na Câmara. E a PM os atacou, sem se sensibilizar com as palavras de ordem dos estudantes: "Policial pai de família, nãodefenda essa quadrilha".

Alguém pode culpar jovens por depositar esterco ali em ato de ironia e deboche?

Ruth de Aquino é diretora da sucursal da ÉPOCA no Rio

domingo, 24 de janeiro de 2010

Pensamento do Dia!!!

"O católico ignorante de hoje é o protestante alienado de amanhã"

autor: Padre que eu esqueci o nome na missa de hoje!

Amor maternal de Maria inspira ao homem a converter-se a Deus, diz Bento XVI!!!!

A notícia é antiga mais vale a pena ser lida!!!!

Depois de finalizar a Eucaristia pelo 150 aniversário das aparições da Virgem de Lourdes, o Papa Bento XVI presidiu a reza do Ângelus no que destacou que "o amor maternal da Virgem Maria

desarma qualquer orgulho; faz ao homem capaz de ver-se tal como é e lhe inspira o desejo de converter-se para dar glória a Deus".

O Santo Padre explicou que a oração do Ângelus "oferece-nos a possibilidade de meditar uns instantes, em meio de nossas atividades, no mistério da encarnação do Filho de Deus. A meio-dia, quando as primeiras horas do dia começam a fazer sentir o peso da fadiga, nossa disponibilidade e generosidade se renovam graças à contemplação do 'sim' de Maria".

"Esse 'sim' limpo e sem reservas se alicerça no mistério da liberdade de Maria, liberdade plena e total ante Deus, sem nenhuma cumplicidade com o pecado, graças ao privilégio de sua Imaculada Concepção", prosseguiu.

Depois de precisar que a condição de Imaculada não afasta à Virgem Maria dos homens e mulheres porém a faz mais próxima a todos, Bento XVI afirmou que em Lourdes como em todos os santuários marianos do mundo "multidões imensas chegam aos pés de Maria para lhe confiar o que cada um tem de mais íntimo, o que leva especialmente em seu coração. O que, por olhar ou por pudor, muitos não se atrevem às vezes a confiar nem sequer aos que têm mais perto, confiam-no a Aquela que é toda pura, a seu Coração Imaculado: com simplicidade, sem fingimento, com verdade. Diante de Maria, precisamente por sua pureza, o homem não vacila a mostrar-se em sua fragilidade, a expor suas perguntas e suas dúvidas, a formular suas esperanças e seus desejos mais secretos".

"O amor maternal da Virgem Maria desarma qualquer orgulho; faz ao homem capaz de ver-se tal como é e lhe inspira o desejo de converter-se para dar glória a Deus", precisou.

Logo depois de explicar que Maria é escola de encontro com Deus, o Papa sublinhou que na Mãe de Deus "a Igreja pode já contemplar o que ela está chamada a ser. Nela, cada crente pode contemplar a partir de agora a realização cumprida de sua vocação pessoal. Que cada um de nós permaneça sempre em ação de graças pelo que o Senhor quis revelar de seu plano salvador através do mistério de Maria".

"Santa Maria, tu que apareces-te aqui, faz cento e cinqüenta anos, à jovem Bernadette, ‘tu és a verdadeira fonte de esperança’. Como peregrinos confiados, chegados de todos os lugares, vamos mais uma vez a tirar de seu Imaculado Coração fé e consolo, gozo e amor, segurança e paz. Mostra-te como uma Mãe para todos, Ó Maria. Dá-nos a Cristo, esperança do mundo. Amém", concluiu o Papa.

Fonte: ACI Digital. http://www.acidigital.com/noticia.php?id=14327

Por Deus tenham um blog. Diz o Papa!!!

É parece que o Vaticano decidiu realmente promover as novas tecnologias como veículo de Evangelização!!! O papa Bento neste sábado afirmou que a cada dia nós somos desafiados a proclamar o evangelho. É bem verdade que para se globalizar uma religião, um custume, uma cultura não se pode mais abrir mão da velocidade das informações processadas pela internet, tv, dentre outros veículos. E sabedor disso o Papa Bento em sua grande sabedoria tenta instigar seus padres (muitos deles ainda abrem mão de qualquer tecnologia e preferem viver no século XIX) a se adequarem a nova realidade mundial. É bom ouvir isso do Grande Padre, líder de nossa igreja, afinal ser cristão é buscar a evolução.

Para ver a reportagem completa basta acessar o site do jornal O Globo.

Bom domingo a todos!!!

sábado, 23 de janeiro de 2010

Encontro Nacional de Formação para Coordenadores e Ministérios 2010



A paz de Jesus e o amor de Maria estejam em seu coração!!!

Seja Bem-Vindo (a) ao site do Encontro Nacional de Formação para Coordenadores e Ministérios (ENF) 2010. Aqui, você encontra informações a respeito deste evento que será realizado de 28 a 31 de janeiro, no Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), em Lorena/SP.

O ENF é destinado a lideranças da RCC em suas diferentes instâncias. Trata-se de um encontro de vital importância para a vida do Movimento. O evento é marcado por momentos de profunda oração, formação e escuta ao Senhor. Outro aspecto muito importante é a partilha: é no ENF que são repassados os direcionamentos sobre os trabalhos a serem desenvolvimentos durante o ano.

Portanto, o ENF ajuda a fortalecer o Movimento. Colabora para que, apesar das distâncias geográficas que nos separam, possamos ter “uma só alma e um só coração” (At 4, 32). Assim, em unidade, na força do Espírito Santo, cumpriremos mais eficazmente a nossa missão de anunciar a Boa Notícia: Jesus Cristo está vivo e é o Senhor!

A moção, dada pelo Senhor, para o tema do ENF de 2010, confirma a necessidade de fortalecermos nossos vínculos: “Reunidos pela Tua Palavra, reconstruiremos as muralhas...”.

Certamente, graças especiais estão reservadas para o Encontro Nacional de Formação! Unidos, como irmãos, iremos nos abastecer, através da Palavra de Deus e ouvir o que Ele deseja para a Renovação Carismática Católica do Brasil.

Lideranças, participem!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Campanha a favor da gentileza provoca mudança de hábitos

A campanha foi criada por pessoas que acreditam na delicadeza dos gestos e atitudes para promover o bem-estar. E já está promovendo mudanças de comportamento no ambiente de trabaho.



O retrato da violência e da grosseria está todos os dias no noticiário. Cenas que chocam, que mostram um lado sombrio da vida. Mas hoje, o Bom Dia DF vai contar outra história. Uma história de esperança em um mundo melhor, mais humano. Uma humanidade que começa com gestos simples de gentileza.

“Gentileza é a pessoa fazer favores. Ajudar ao próximo”, fala uma mulher. “Dar bom dia, boa tarde e ajudar as pessoas que são deficientes”, diz outra. “Saber se doar um pouco pro outro. Ser gentil é isso: doação”, acrescenta uma senhora.

Significados não faltam. Mas, para a psicóloga Nartan Lemos, o que importa mesmo é ser gentil. Tanto que ela abraçou a causa e coordena, em Brasília, uma campanha que desde novembro já distribuiu mais de cinco mil adesivos com o seguinte slogan: “gentileza gera gentileza”.

“Nós queremos criar uma corrente do bem. A gentileza está relacionada à generosidade e amorosidade. E são valores que estão sendo esquecidos”, destaca a coordenadora do programa Nartan Lemos.

O material da campanha é distribuído em restaurantes, clínicas de estética e farmácias. São mais de 15 colaboradores na cidade. E o gerente Hugo Andrade garante que a novidade já caiu no gosto dos clientes. “Os clientes pedem o adesivo e ele é bonito. O adesivo é vermelho com branco, que são as cores do amor”, conta,

A campanha também se infiltra delicamente nos ambientes de trabalho. Em uma empresa, ela se propagou como um vírus muito bem-vindo. E em lugares estratégicos. “Quando alguém chegar para conversar comigo no ambiente de trabalho, verá uma frase agradável e de repente até sai um sorriso”, fala a jornalista Juliana Escobar.

“Uma pessoa que chega de manhã e é recebida com um sorriso, vai trabalhar com mais ânimo”, afirma a revisora Bibiana Almeida.

O adesivo pode ser solicitado gratuitamente nos locais que participam da campanha ou pelo e-mail: lotusbemestar@gmail.com.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Brasília celebra o XXIV Rebanhão

Renovação Carismática Católica realiza, durante os dias de Carnaval, evento para os fiéis celebrarem a alegria em Deus.

Entre os dias 14 e 16 de fevereiro, a Renovação Carismática Católica de Brasília-DF realiza o vigésimo quarto Rebanhão. Com o tema “Fica conosco, Senhor!” e o lema “Tua Palavra, Luz para o meu caminho!”, o objetivo do encontro é que todos os participantes tenham maior intimidade com a Palavra de Deus e com a presença real do Senhor Jesus na Eucaristia para que possam ter sua fé, esperança e vida renovadas.

As atividades, iniciadas a partir das oito horas, momentos de oração, louvor, adoração, palestras e muita animação, no Ginásio Nilson Nelson. Para as crianças, será realizado o Rebainho, com brincadeiras, músicas e demais atividades com linguagem direcionada ao público infantil. Presenças de Pe. Giovani, Pe. Moacir Anastácio e do Arcebispo Metropolitano de Brasília Dom João Braz de Aviz.

No local, também haverá lanchonete, módulos para confissão, enfermagem, SOS oração, serviço de emergência e segurança. A entrada é franca. Solicita-se um quilo de alimento não perecível.

Para mais informações e programação do evento, no site: www.rccbrasilia.org.br ou pelos fones: 3224-8586 / 9685-7924.

EVANGELHO QUOTIDIANO!!!

Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna. João 6, 68

Hoje a Igreja celebra : Santa Inês, virgem mártir, +304

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui
Santo Ireneu de Lyon : Uma grande multidão veio ter com Ele, ao ouvir dizer o que Ele fazia.

Evangelho segundo S. Marcos 3,7-12.

Jesus retirou-se para o mar com os discípulos. Seguiu-o uma imensa multidão vinda da Galileia. E da Judeia, de Jerusalém, da Idumeia, de além-Jordão e das cercanias de Tiro e de Sídon, uma grande multidão veio ter com Ele, ao ouvir dizer o que Ele fazia. E disse aos discípulos que lhe aprontassem um barco, a fim de não ser molestado pela multidão, pois tinha curado muita gente e, por isso, os que sofriam de enfermidades caíam sobre Ele para lhe tocarem. Os espíritos malignos, ao vê-lo, prostravam-se diante dele e gritavam: «Tu és o Filho de Deus!» Ele, porém, proibia-lhes severamente que o dessem a conhecer.

Da Bíblia Sagrada

Comentário ao Evangelho do dia feito por :

Santo Ireneu de Lyon (c. 130 - c. 208), bispo, teólogo e mártir
Demonstração da pregação apostólica, 92-95 (a partir da trad. Bouchut. Lectionnaire, p. 297 rev. ; cf SC 62, p. 159)

Uma grande multidão veio ter com Ele, ao ouvir dizer o que Ele fazia.

O próprio Verbo, a Palavra de Deus, diz pela boca do Profeta Isaías que Ele tinha de Se manifestar no meio de nós - com efeito, o Filho de Deus fez-Se filho de homem - e de Se deixar conhecer por nós, que anteriormente O não conhecíamos: «Eu estava à disposição dos que me consultavam, saía ao encontro dos que não me buscavam. Dizia: "Eis-me aqui, eis-me aqui" a um povo que não invocava o meu nome» (Is 65, 1). [...] É também este o sentido daquelas palavras de João Baptista: «Deus pode suscitar, destas pedras, filhos de Abraão» (Mt 3, 9). Com efeito, depois de terem sido arrancados pela fé ao culto das pedras, os nossos corações vêem Deus e tornam-se filhos de Abraão, que foi justificado pela fé. [...]

O Verbo de Deus encarnou e habitou entre nós, como afirma São João (Jo 1, 14), Seu discípulo. Graças a Ele, o coração dos pagãos foi mudado por esta nova vocação, e a Igreja dá muitos frutos naqueles que se salvam; e já não é um intercessor como Moisés, nem um mensageiro como Elias, mas o próprio Senhor que nos salva, dando à Igreja mais filhos do que os anciãos davam à sinagoga, como havia previsto Isaías ao dizer: «Regozija-te, estéril, que não tinhas filhos» (Is 54, 1; Gal 4, 27). [...] Deus encontra a Sua felicidade na concessão da Sua herança às nações insensatas, àquelas que não pertencem à cidade de Deus. Agora pois que, graças a este apelo, a vida nos foi dada, e que em nós Deus levou à plenitude a fé de Abraão, não podemos voltar para trás, ou seja, não podemos regressar à primeira legislação, porque recebemos o Senhor da Lei, o Filho de Deus, e pela fé Nele aprendemos a amar a Deus de todo o coração e ao próximo como a nós mesmos.

Pra ser tosco falta um pouco ainda!! kkkk - Galo Death Metal!!!

Gostei dessa!!!!

Moral da História!!!! Vamos comer churrasco todos os dias!!! o Rodrigão já tá beirando os 40 e num vive sem... kkkkkkkkkkkk!!!!! Já é uma idade melhor do que as dos primatas!!!!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

A segunda vitória da ética e dos bons costumes!!! GLÓRIA A DEUS!!!

Justiça afasta os pilantras que estão no conchavo com o Arruda do processo do Impeachment. Esta foi a segunda vitória já que a justiça afastou também o pilantra do Leonardo Prudente da Câmara!!! Esta é uma grande vitória mas não a única o próximo passo é metralhar o Arruda em praça pública!!!!kkkkk

Medida foi adotada nesta quarta-feira pelo juiz Vinícius Santos Silva. Parlamentares aliados ao governador faziam parte de contra Arruda.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) determinou nesta quarta-feira (20) o afastamento imediato de todos os oito deputados distritais supostamente envolvidos no escândalo do mensalão do DEM de Brasília das atividades relacionadas ao pedido de impeachment contra o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM).

Na decisão, o juiz Vinícius Santos Silva determina ainda a convocação dos suplentes desses deputados. Os substitutos irão atuar apenas nas comissões relacionadas ao pedido de cassação de Arruda que tramita na Câmara Legislativa do DF.

São atingidos pela decisão o presidente da Câmara Legislativa, Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM), que já havia sido afastado do cargo nesta terça-feira (19) pelo TJDFT, e os deputados Aylton Gomes (PR), Benedito Domingos (PP), Benício Tavares (PMDB), Eurides Brito (PMDB), Júnior Brunelli (PSC), Rogério Ulisses (ex-PSB, sem partido) e Roney Nemer (PMDB).

Os suplentes dos parlamentares envolvidos no escândalo, Berinaldo Pontes (PP) e Pedro do Ovo (PRP), também estão impedidos de assumir os cargos.

No texto, o magistrado determina a convocação dos suplentes não suspeitos ou impedidos de julgar Arruda. “Solicita a intimação do presidente da Câmara Legislativa, ou de quem lhe faça as vezes, para que convoque os respectivos suplentes (não suspeitos/impedidos) dos deputados ora afastados, na forma regimental, respeitada a proporcionalidade partidária e ordem de suplência, para que atuem exclusivamente no processamento e votação de toda e qualquer atividade vinculada ao processo de impeachment”, diz a decisão.

A multa diária para o descumprimento da decisão do TJDFT é de R$ 500 mil a contar do quinto dia após a intimação.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

O Brasil entra na rota do turismo religioso mundial

O Brasil esteve representado na maior feira de turismo religioso do mundo, que começou nesta quinta-feira (14) em Roma, na Itália. A II Journey of Spirit Festival (JOSP Fest) – que se realizou até domingo (17) –, teve a participação da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). Cem mil pessoas estiveram presentes no evento, que atraiu interessados em visitar locais de culto e itinerários religiosos, valorizando fé, cultura e história.

A participação da Embratur na II JOSP Fest deu-se no âmbito da inclusão do Brasil no catálogo de destinos da Opera Romana Pellegrinaggi (ORP), maior operadora de turismo religioso do mundo, ligada diretamente ao Vaticano.
“Vemos como uma excelente oportunidade de negócios, pela importância da operadora, do segmento e da divulgação em vários países, o que colocará o Brasil como vitrine. Será o primeiro país fora da Europa a ter esta relevância”, destacou o diretor de Mercados Internacionais da Embratur, José Luiz Cunha, que participouda feira em Roma junto com a executiva do Escritório Brasileiro de Turismo na Itália, Liane Galina.

Para promover a “jornada espiritual” no Brasil, a Embratur ocupou um estande de 64 metros quadrados com painéis retratando igrejas de Salvador (BA), São Paulo (SP), Congonhas (MG) e Olinda (PE). Além desses, o principal roteiro de turismo religioso no Brasil, Aparecida (SP), que tem como símbolo o Santuário Nacional de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, também terá destaque. O santuário recebe anualmente 9,5 milhões de romeiros, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo.

O JOSP Fest foi criado com o intuito de promover os destinos turísticos do segmento religioso das diferentes culturas e continentes. É uma oportunidade para divulgar os produtos turísticos de peregrinação, abrindo um leque de descobertas sobre as variadas tradições religiosas, com viés em história, cultura e tecnologia, aos interessados em viajar e aprender. Em paralelo à exposição, o evento contou com uma ampla programação de seminários e shows.

Santuário Nacional une-se à Igreja no Brasil na campanha SOS Haiti

O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida une-se à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira, organismo vinculado a CNBB, na Campanha de ajuda às vítimas do terremoto que atingiu o país caribenho Haiti, na noite do dia 12.

Uma grande mobilização está sendo feita através das celebrações do Santuário Nacional e através da Fundação Nossa Senhora Aparecida – Rádio e TV Aparecida.

As doações em dinheiro podem ser depositadas nas contas bancárias abertas exclusivamente para a campanha e destinadas às ações de socorro imediato, reconstrução e recuperação das condições de vida do povo haitiano: Bradesco, Agência: 0606 Conta Corrente: 70.000-2; Caixa Econômica Federal OP: 003, Agência: 1041 Conta Corrente: 1132-1; ou Banco do Brasil, Agência: 3475-4 Conta Corrente: 23.969-0

A CNBB informa que, com a mobilização, a Igreja pretende fazer um apelo a todas as comunidades, paróquias, dioceses e a sociedade em geral para que organizem coletas em favor do povo haitiano, sugerindo que o dia 24 de janeiro, domingo, seja dedicado a orações pelas vítimas, reflexões e coletas em dinheiro.

O resultado da campanha brasileira SOS HAITI se integra a campanha mundial promovida pela Caritas Internacionalis em resposta ao chamado do papa Bento XVI para a solidariedade da Igreja ao povo haitiano.

Mais informações acesse o site da Cáritas Brasileira, www.caritas.org.br.

Orações - Na missa das 9h de ontem (14) no Santuário Nacional, a Dra. Zilda Arns Neumann, 75, fundadora das Pastorais da Criança e da Pessoa Idosa e os militares brasileiros mortos no terremoto foram lembrados e uma homenagem foi prestada em solidariedade ao povo daquele país e às famílias dos falecidos.

A Bíblia em Mangá - O Novo Testamento!!!!

A História de Jesus, suas parábolas e os Evangelhos mais acessíveis que nunca

Esta é a história de Jesus como nunca se viu antes! A versão com traços orientais do Livro Sagrado foi idealizada para uma fácil compreensão dos fatos, parábolas e Evangelhos.

A Bíblia em Mangá – O Novo Testamento mostra passagens essenciais e desafiadoras da vida do Filho de Deus, desde pouco antes de seu nascimento até sua ressurreição, sem deixar de lado as histórias dos apóstolos e suas pregações e também o Apocalipse.

O livro cativa públicos de todas as idades e chama atenção para as passagens as quais se refere, com a indicação do Livro, Capítulo e Versículo correspondente da Bíblia, facilitando a interação entre o mangá e a obra original.

A dinâmica da narrativa única dos mangás, que se assemelha à usada nos cinemas é o elo de ligação entre as histórias bíblicas e os leitores, que se intimidam ante o denso volume de informações encontrado no Livro Sagrado.

A obra foi um sucesso de vendas no Reino Unido, seu país de origem, alcançando a notória marca das 50 mil cópias e liderando as listas do gênero mangá. A partir daí foi lançada também nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Suécia, Dinamarca e Coréia do Sul, onde as vendas também foram um sucesso.

Diferentes Igrejas e uma mesma opinião: “é uma nova publicação animadora, de estilo e discurso atuais. Vai transmitir a emoção da Bíblia de maneira única”. Estas são as palavras do arcebispo Rowan Williams, da Igreja Anglicana Canterbury, no Reino Unido.

A versão original de A Bíblia em Mangá foi reconhecida pela Sociedade Bíblica Internacional como uma publicação que segue à risca o que está nos Livros Sagrados, porém com uma linguagem moderna.

Fonte: Editora JBC

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Pe. Léo - Que o sol não ponha sobre o ressentimento



CEFEP inicia terceiro curso de formação política

Um grupo de 59 pessoas iniciou neste domingo, 17, o terceiro curso de formação política oferecido pelo Centro Nacional de Fé e Política Dom Helder Câmara (CEFEP), organismo vinculado à CNBB. Vindos de 20 estados e do Distrito Federal, os cursistas ficarão 15 dias no Centro Cultural Missionário (CCM), na capital federal, onde terão aulas de “Fé e política na bíblia”; “História da política e da economia”; História da Formação social, econômica, política e cultural do Brasil e da América Latina”; “legislação eleitoral”.

“O Centro Fé e Política Dom Helder Câmara tem a tarefa de formar os leigos para operar e agir no complexo mundo da política. O CEFEP quer formar pessoas capazes de colaborar com critérios éticos para o aperfeiçoamento da democracia”, disse o presidente da Comissão Episcopal para o Laicato da CNBB, dom José Luiz Bertanha, que presidiu a missa de abertura do curso.

“Nossa preocupação é buscar a relação que existe entre fé e política”, explica o coordenador pedagógico do curso, professor Antônio Geraldo Aguiar. “O curso não tem como objetivo único formar [o cristão leigo] para o executivo e legislativo, mas também os [leigos] que estão nos sindicatos e nos movimentos sociais”, acrescenta.

Segundo Aguiar, a base do curso é o Ensinamento Social da Igreja. “O curso ensina também a fazer análise do contexto social, político e econômico e a relação entre fé e política a partir da Palavra de Deus, da Patrística e dos Documentos da Igreja, como o Vaticano II, Medellin e Puebla”, esclarece.

Realizado em parceria com a Coordenação Central de Educação a Distância da PUC-Rio, o curso possui três etapas, sendo duas presenciais e uma virtual. A próxima etapa presencial será também em Brasília em janeiro de 2011. Ao final do curso, que tem duração de dois anos, os alunos fazem uma monografia orientada e recebem diplomas em nível de especialização ou de extensão, conforme a escolaridade de cada um. O diploma é expedido pela PUC-Rio.

Entre os alunos deste ano, a maior turma desde que o curso foi implantado em 2006, há vereadores e militantes partidários de pelo menos 15 partidos, além de sindicalistas, militantes dos movimentos sociais e agentes das pastorais sociais. São 31 mulheres e 28 homens. “É a primeira vez que temos um número de mulheres maior que de homens”, observa Aguiar.

Fonte: CNBB

ONU revela que povos indígenas são parte da população mais pobre do mundo

Os povos indígenas vivem em situação de pobreza no planeta. A afirmação consta de um relatório divulgado no dia 14 pela Organização das Nações Unidas (ONU) que mostra que aproximadamente 15% dos 370 milhões de índios representam um terço dos mais pobres do mundo e também um terço dos 900 milhões de pessoas que vivem em extrema pobreza, com menos de quatro dólares por dia, e habitam áreas rurais.

O documento destaca que devido a uma série de fatores, como o analfabetismo, o desemprego e a discriminação “a comunidade indígena está associada a ser pobre”. No mercado de trabalho, isso se reflete nos salários e significa que os índios, mesmo capacitados, recebem a metade que os não-índios. Na América Latina, a Bolívia apresenta a maior diferença de salário para cada ano adicional de escolaridade.
A pobreza, no entanto, também é a realidade dos índios de países considerados desenvolvidos, como o Canadá, os Estados Unidos, a Austrália e a Nova Zelândia. Lá, a população indígena tem os indicadores sociais mais baixos e é vítima do avanço da obesidade e do diabetes tipo dois, além da baixa expectativa de vida. Na Austrália, a expectativa de vida de um aborígene é em média 20 anos menor do que a dos demais indivíduos.

A falta de apoio para a utilização de conhecimentos tradicionais e para a instalação de sistemas que atendam de maneira diferenciada essa população, além de problemas de ordem cultural como a discriminação e a falta de perspectivas de vida, refletem-se em problemas de saúde como alcoolismo que pode levar ao diabetes - que já atinge mais da metade dos índios do mundo - e nas taxas de suicídio.

“Em algumas comunidades, a diabetes alcançou níveis de epidemia e é um risco à existência dos índios”, afirma o relatório da ONU, que também destaca o avanço da Aids, trazida pela prostituição, em muitos casos, e da tuberculose. “Por causa da pobreza, a tuberculose afeta desproporcionalmente os indígenas”, invisíveis devido a diferenças linguísticas, distâncias geográficas e precárias condições de habitação.

O relatório da ONU sobre a situação dos povos indígenas no mundo também lembra que nas últimas duas décadas, centenas de jovens Guarani Kaiowá, no Mato Grosso do Sul, cometeram suicídio. Dados do Ministério da Saúde, coletados entre 2000 e 2005 mostram que em duas comunidades a taxa de suicídio era 19 vezes maior que a taxa nacional.

“A situação dos Kaiowá resume os principais problemas indígenas do Brasil. Desnutrição, suicídio, alcoolismo, desemprego, falta de terras e violência”, disse Marcos Terena, articulador do Comitê Intertribal - Memória e Ciência Indígena (ITC) ao comentar os resultados do levantamento. “O Mato Grosso do Sul é considerado o estado do país mais violento para os índios, onde os poderes pecuaristas e políticos avançaram demais”, criticou.

De acordo com a pesquisa, o baixo acesso a mecanismos que garantam condições de sobrevivência a essas comunidades como terra, saúde, educação e participação nas decisões políticas e econômicas em seus países têm explicações históricas. O documento conclui que a colonização e a expropriação fundiária são responsáveis por esses indicadores.
Fonte: CNBB

Altar-monumento: Coração do XVI CEN





A obra terá 150 metros de largura e sua torre se elevará a 23 metros de altura



Em 2010, durante o XVI CEN, Brasília será a Capital da Eucaristia e receberá milhares de peregrinos de todo o país, sendo palco de grandes celebrações eucarísticas.


Para estas celebrações, será montado um altar-monumento no gramado central da Esplanada dos Ministérios, lembrando uma grande tenda. O altar terá ao centro uma rampa que nasce no meio do povo, atravessa o presbitério e se ergue numa torre em forma circular, com a logomarca do Congresso no alto.


O projeto da arquiteta Miriam Reichert procura ser um elo visual entre a história de Brasília, evocando o altar da missa de inauguração da Capital, em 20 de abril de 2010, e o atual. “Projeto amplo que dialoga com a Esplanada dos Ministérios, o altar-monumento se destaca na cor de sangue-ferrugem, dourado e branco, cores do Congresso Eucarístico”, afirma a arquiteta. Ela ressalta também que “o altar-monumento, coração do XVI Congresso Eucarístico Nacional, é o espaço sagrado cuja beleza e simplicidade atrairá nossas vidas de discípulos para o amor de Deus na Eucaristia”


O altar-monumento terá 150 metros de largura e sua torre se elevará a 23 metros de altura. Na sua amplitude, acolherá o Legado Pontifício, todos os cardeais, bispos e arcebispos que presidirão as missas e, nas extensões laterais, acomodará mais de 2000 sacerdotes.

Para rezar: A obediência a Deus nos traz felicidade!

A nossa alegria, a conquista do bem nesta vida e na eternidade, dependem da nossa obediência, que é o rumo que Deus dá à nossa vida. Não perdemos nada em obedecer. Infelizmente fomos marcados pela desobediência. O próprio pecado original colocou em nós esse veneno.

Quando se fala em obediência a Deus, algo range dentro de nós, achamos que obedecer ao Senhor é sinônimo de sofrimento; é ser infeliz, pobre, doente, quando, na verdade, é justamente o contrário. É o inimigo que nos leva a pensar dessa maneira.

Obedecer é um ato de vontade. Embora haja resistências em você, é preciso querer obedecer. A desobediência é o caminho da desgraça; enquanto a obediência é o caminho da salvação.

Monsenhor Jonas Abib, fundador Com. Canção Nova

1ª Missa do Clube em 2010 - Canção Nova - DF

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

'Bem da hora' prepara pré-adolescentes para 'Festival de dança e música'

Músicas, danças, coreografias, muita animação e boa energia. Esses são os ingredientes que compõem as 'Férias Bem da Hora' da Canção Nova, que acontece durante a Colônia de Férias, na sede da comunidade católica, em Cachoeira Paulista (SP). Reunidos no Auditório São Paulo, os pré-adolescentes fizeram, na tarde desta quinta-feira, 14, um primeiro ensaio para o 'Festival de dança e música', que vai acontecer durante o domingo, 17.

Os apresentadores do 'Bem da Hora', Déia e Pitter, dividiram os jovens em duas turmas, sendo uma para participar dos ensaios de música e outra para aprender as coreografias do programa. Na divisão das equipes, foram os próprios pré-adolescentes que escolheram entre dançar ou cantar. De acordo com Déia, “essa atividade é importante para que elas aprendam a fazer suas escolhas desde já”.

Aqueles que optaram pela música permaneceram no Auditório São Paulo junto com Pitter e a banda, formando duplas para cantar as músicas “Sem nada dizer” ou “Quero ser livre”. Já a outra turma, que optou pela coreografia, deslocou-se para o Centro de Evangelização para ensaiar a música “Bem da Hora”.





Jéssica Borges Marcelino da Silva, 12 anos, escolheu a dança para se apresentar durante o festival. “Eu escolhi a dança, porque acho que não tenho uma voz boa para cantar. Além disso, já aprendi um pouco das coreografias do 'Bem da Hora' no passo a passo do programa”, explicou a menina.

Mas o interesse pelo ensaio não ficou restrito apenas aos pequenos. Crishana Ramos Mangueira, de Resende (RJ), apesar de seus 22 anos, aproveitou a companhia do irmão Felipe, 13, para arriscar alguns passos. “Como estamos só nós dois aqui na Canção Nova, eu estou acompanhando meu irmão em todas as atividades do 'Bem da Hora'. Como ele escolheu dançar, vim também”, contou a jovem.





O evento também está proporcionando ao público infanto-juvenil a oportunidade de fazer novos amigos e, junto deles, partilhar novas experiências.

Fonte: Cancaonova.com

Papa mobiliza caridades do mundo católico para Haiti

O Papa Bento 16 deu ordens nesta quarta-feira para que toda a extensa rede de caridade da Igreja Católica se mobilize imediatamente para ajudar as vítimas do terremoto devastador que atingiu o Haiti.

Em audiência semanal, o papa também fez um apelo à comunidade internacional e indivíduos para que sejam rápidos e generosos ao dar assistência.

"A Igreja Católica mobilizará (sua assistência) através de suas instituições de caridade para responder às necessidades urgentes da população", afirmou ele.

Um grande terremoto atingiu a capital do Haiti nesta terça-feira, derrubando prédios e soterrando centenas, possivelmente milhares de pessoas, disseram testemunhas.

A Igreja Católica tem uma das maiores e mais abrangentes redes de caridade do mundo.

"Faço um apelo à generosidade de todos, para que esses nossos irmãos e irmãs que estão vivendo um momento de necessidade e dor recebam nossa solidariedade concreta e assistência efetiva da comunidade internacional", disse ele.

Cerca de 80 por cento da população haitiana de 10 milhões de pessoas é católica e 16 por cento protestante.

CNBB divulga discurso que Zilda Arns faria no Haiti

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou em seu site o último discurso da fundadora da pastoral da criança, a médica Zilda Arns. O discurso não chegou a ser lido, pois poucas horas antes, Zilda morreu no terremoto que atingiu o Haiti. A médica estava no país para participar da Assembleia da Conferência dos Religiosos do Haiti, e o discurso seria lido no dia 12, durante o evento.

Em um trecho de seu discurso, Zilda falaria sobre Jesus. "O povo seguiu Jesus porque Ele tinha palavras de esperança, portanto, que todos nós somos chamados a anunciar experiências positivas e caminhos que levem as comunidades, famílias e o país a serem mais justos e fraternos".

Assessora pessoal informou a morte de Zilda
De acordo com a CNBB, a morte de Zilda foi informada por sua assessora pessoal, a freira Rosângela Altoé, em um telefonema. "Eu estou bem, sã e salva, mas perdemos a doutora Zilda¿, disse.

Rosângela disse à Pastoral da Criança que estava a poucos metros deZilda Arns, quando houve o terremoto. "Felizmente ela sofreu apenas arranhões. Ela disse que ia atravessar a rua quando houve o desmoronamento, vitimando de imediato a doutora Zilda e o tenente do exército que as acompanhavam", afirmou. Rosângela é prima da atual coordenadora nacional da Pastoral da Criança, irmã Vera Lúcia Altoé

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Igreja convoca católicos para ajudar população no Haiti!!!

Pessoas caminham por uma rua após o terremoto no Haiti

"Comover-se com os últimos acontecimentos no Haiti é mais do que natural, porém, é preciso mais do que isso. É necessário apoiar ações que possam trazer alguma humanidade à população que sofre após o terremoto com a perda de casas, entes queridos". Este foi o apelo da Conferência Episcopal Italiana (CEI) a todos seus fieis.

Segundo o comunicado divulgado hoje, 14, a Igreja italiana manifesta sua "consternação com a população", vítima do violento terremoto que causou morte e destruição no Haiti na terça-feira, 12, especialmente na capital, Porto e Príncipe, e na parte ocidental da ilha do Caribe".

A Presidência da Conferência Episcopal fez um apelo especial para que a comunidade eclesial reze por todas as vítimas deste trágico acontecimento e apóie "iniciativas de caridade promovida pela Caritas Italiana, com o objetivo de aliviar os sofrimentos da população".

A declaração ainda informa que a presidência da CEI, para atender a emergência inicial e as necessidades básicas das pessoas afetadas pelo terremoto, fez uma contribuição de dois milhões de euros.

Mobilização

Várias instituições estão mobilizando um apelo mundial em favor das vítimas. A Cáritas internacional disponibilizou uma sistema seguro para as doações que envia a confirmação por e-mail. Clique para ajudar

A Organização Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) também disponibilizou as contas bancárias para que os brasileiros possam ajudar a população do Haiti. Clique para ajudar

Cristo brilhará para ti

Desde os primeiros séculos até os nossos dias, a Pessoa de Jesus Cristo é o alvo principal de inúmeras inverdades. No cinema, no teatro, na literatura e em tantas outras manifestações artísticas, vários autores apresentaram e apresentam distorções do verdadeiro rosto de nosso Redentor. Assim, nos anos 70 do século XX, Ele foi apresentado nas telas de cinema como um super-star, um mero homem, coberto de inúmeros pecados. Mais recentemente, um best-seller que também virou filme de cinema, apresentou-nos um Cristo que se envolveu com uma discípula e gerou um filho. Mudou o filme, mas a falsa visão de quem é Cristo permaneceu, ou seja, um simples homem que nada tinha de extraordinário.

A Pessoa, os ensinamentos e a Boa Nova anunciada por Cristo são virados, revirados e até modificados, segundo os escusos interesses das obras das trevas. Neste sentido, no último Natal, assistimos nos noticiários que em algumas Escolas, localizadas em países de sólida tradição católica, foram proibidas a utilização e a montagem de presépios e, até, jogaram no lixo os que foram feitos pelos alunos das turmas de alfabetização, sob o pretexto de que era necessário se defender a crença dos não cristãos. Até mesmo em nosso país, a maior nação católica do mundo, há alguns anos atrás, em uma exposição, um Banco apresentava objetos utilizados na prática da genitalidade e, até, os próprios órgãos genitais, feitos com objetos religiosos. Como não poderia ser diferente, demonstramos de imediato nossa indignação e exigimos o devido respeito, mas ao levantarmos a nossa voz, ouvimos queixas nos meios de transportes e assistimos noticiários em que até o próprio Ministro da Cultura nos acusava de radicais, intolerantes e uns grandes inibidores da expressão artística. Como foi bom, por outro lado, ver e ouvir inúmeros católicos, bradando: Não somos inibidores da expressão artística; somos sim, simples cristãos que; com sinceridade de coração e bons propósitos, manifestam ao mundo o único e verdadeiro rosto de Cristo. Por amor a Cristo, pregamos a caridade da verdade. De verdade, com caridade, não podemos nos calar, devemos sim, bradar junto com Tertuliano: “Não tireis do mundo sua única esperança!” (De carne Christi, 5,3).

O ataque à Pessoa de Cristo e a deformação de Sua mensagem, segundo os interesses dos inimigos de Deus, é um drama que continuaremos enfrentando e, por isso, é necessário que busquemos sempre apresentar a beleza dos sacramentos, a fecundidade da fé e a profundidade do Evangelho. Temos que testemunhar que, por dever de justiça, não podemos equiparar o nosso único Salvador a um Buda, a um Zaratustra ou a um Tutancâmon. Diante da Pessoa de Cristo, temos que afirmar: “Meu Senhor e meu Deus!” (Jo 20,28). Temos que continuar crendo que, por amor, mesmo para aqueles que O perseguem, uma luz resplandecerá, o céu se abrirá, uma voz se ouvirá e “Cristo brilhará para ti!” (Ef 5, 14). Todo aquele que consegue vencer os apelos do mundo e consegue também superar os falsos conceitos de Deus, podem e devem bradar, juntos com São Hilário de Poitiers: “Antes de conhecer-te, eu não existia!” Podem também salmodiar: “Na presença dos anjos, cantarei os vossos louvores; no vosso santo templo vos adorarei, e, em reconhecimento de vossa misericórdia e benefícios, glorificarei o Vosso nome!” (Sl 137, 1-2).

Para se conhecer a Cristo, é preciso que tenhamos fé. Para se aderir à Sua proposta de vida plena é necessário que tenhamos um sólido e expansivo amor. Pela vivência do amor, aprendemos que amar a Cristo é a vocação básica de todo ser humano. O amor nos ensina que “o importante não é só nem sobretudo escutar Seus ensinamentos, Suas palavras, mas conhecê-Lo pessoalmente, ou seja, Sua humanidade e divindade, o mistério de Sua beleza. Ele não é só um Mestre, mas um Amigo, e mais do que isso, um Irmão. Como poderíamos conhecê-Lo se estamos distantes d’Ele? A intimidade, a familiaridade, o costume, nos fazem descobrir a verdadeira intimidade de Jesus Cristo”.(Papa Bento XVI, “Audiência geral” em 06 de setembro de 2006).

O contato diário com Cristo nos faz perceber que Ele não pode ser limitado à nossa inteligência mas, por revelação divina, sabemos que Ele é Deus e Homem verdadeiro! Ele é uno e trino! Ele é amor, misericórdia, justiça e compaixão! Ele é luz, amparo e abrigo! Ele é o Senhor onipotente, onisciente e onipresente! Ele é o Alfa e o Ômega! Ele é o amado que preenche de vida plena toda a nossa vida e a nossa existência! Por amor a Ele, em oração, suplicamos: “Mostra-me a tua presença, mate-me a tua vista e formosura; olha que esta doença de amor já não se cura senão com a presença e com a figura”. (São João da Cruz, “Cântico espiritual, 11”).

Quando vemos tantas perseguições e ataques à Pessoa de Cristo, percebemos a atualidade das palavras de São Paulo, que nos diz: “O Deus deles é o ventre, e a sua glória a própria vergonha, pois põem o coração nas coisas terrenas”. (Fil. 3,19). Perante as inverdades que se levantam todos os dias contra Cristo, nós temos a grata obrigação de desagravá-Lo, suplicando ao mesmo tempo: “Pai, perdoa-lhes, porque eles não sabem o que fazem!” (Lc 23,34). Ajuda-nos, Senhor, na defesa da fé, para que possamos demonstrar aos materialistas, aos niilistas e aos secularistas a necessidade de saber salmodiar com renovada esperança: “Senhor, meu Deus, inquieto te procuro, sequiosa de ti está a minha alma, e meu corpo anseia por achar-te, eu te necessito como a terra sem água. Minha alma é como a terra ressequida, pois de Deus tem sede sem fim!” (Sl 62,2). Ajuda-os, Senhor, a aderir à fé para que, em união conosco, saibam professar: “Entre todos os nomes, o de Deus é o nome por excelência!” (Zac 14,9).

Beatrix lança novo Myspace

A equipe da banda Beatrix publicou, nesta terça-feira (12), a nova página do grupo no site de relacionamentos Myspace. O novo espaço foi construído todo em Inglês e traz uma nova identidade visual.

O site traz músicas, fotos, vídeos e já anuncia, para breve, o novo álbum da banda. No próximo domingo (17), o grupo deve lançar no myspace uma nova música, composta em Inglês, especialmente para o lançamento da nova página.

Clique aqui e confira o novo Myspace do Beatrix.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Estou indignado

Todo mundo está a par das denuncias de corrupção no GDF. Vendo uma reportagem na TV que dizia que as pessoas de outros estados já estavam fazendo piadinhas com os brasilienses sobre tudo isso que está acontecendo, uma pessoa aqui do DF fez uma camiseta com o slogan abaixo.



A popolação tem que se manifestar....

Fiquem com DEUS.

Confirmada a morte da Drª Zilda Arns

Foi confirmada na manhã desta quarta-feira, 13, a morte da fundadora das pastorais da Criança e da Pessoa Idosa, a médica e sanitarista, Drª Zilda Arns Neumann, 75 anos. De acordo com informações do chefe de gabinete da presidência da República, Gilberto Carvalho, Drª Zilda foi atingida pelo terremoto que acometeu o país nesta terça-feira, 12. Segundo Gilberto Carvalho, a médica caminhava pelas ruas de Porto Príncipe, com dois soldados do exército brasileiro, que a acompanhavam e lhe traduziam o idioma francês. Drª Zilda se encontrava no país para uma missão da Pastoral da Criança.

A CNBB sensibilizada pelo ocorrido enviou o secretário-geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, para Porto Príncipe, em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB).

Fonte: cnbb.org.br

Rezar é muito mais escutar a Deus do que falar

Quem já não ouviu a célebre definição Orar é falar com Deus? Conversando sobre o assunto com o Bispo Auxiliar Dom Wilson Tadeu, responsável pela formação dos seminaristas na Arquidiocese do Rio de Janeiro, ouvi, emocionada, o que ele acha ser o mais importante na prática da oração: “É preciso, primeiramente, ter sempre em mente que Deus se relaciona comigo e que eu tenho todas as condições de entendê-Lo e de falar com Ele”, disse.


Além disso, destaca o Bispo, é necessário saber que neste relacionamento com Deus “eu sou criatura dEle e, por isso, relacionar-se com Ele não é escolha minha. Então, a presença de Deus na minha vida é necessária para eu me entender como pessoa, gostar da minha vida e estar bem comigo mesmo. E Deus sempre se antecipa a nós. Quando eu tenho vontade de fazer o bem, não é apenas uma coisa que simplesmente nasce de mim, é uma reação à iniciativa de Deus. Quando começo a olhar a realidade desta forma, vejo em tudo momento de orar e agradecer a Deus. Isso modifica a forma como me relaciono com todas as coisas”.

Mas como fazer isso? Afinal, não existem escolas ou mestrados em oração. Ninguém recebe o diploma na arte de dialogar e amar a Deus sobre todas as coisas. De fato, este é um caminho que se faz ao longo de toda a vida, sempre com o perigo de voltar atrás. A oração, assim, é uma atividade fácil e difícil ao mesmo tempo. É preciso conscientizar-se de sua importância e levar a sério o exercício de rezar, não aleatoriamente, de vez em quando, quando se sente bem, ou se tem necessidade, mas sempre. É Jesus quem recorda estes princípios básicos: “Rezai sem cessar para não cairdes em tentação” (Mt 26,41). O apóstolo Paulo repete como um eco as mesmas palavras do Mestre: “Orai sem cessar” (1Ts 5,17).

“Orar, para muitos, é difícil porque é necessário conciliar a rotina diária com a necessidade de se aprofundar na oração. Mas necessitamos encontrar, durante o nosso dia, tempo para as coisas importantes. Se orar é importante, e eu penso que é, então antes do trabalho tenho que reservar um momento do meu dia, e em todos os dias, para a oração. Quando eu tenho um momento de oração, ele vai perpassando toda a minha vida. Falo a partir de minha experiência pessoal: temos que ter um momento para oração, em que nos sirvamos de uma leitura espiritual, do terço, da Palavra de Deus. Proponho que se leia um trecho do Evangelho e se faça um momento de reflexão, para, depois, se iniciarem as tarefas do dia. Quem não faz isso não tem vida de oração; só se têm momentos de oração, e não é isso que a Igreja nos propõe”, ensina Dom Wilson.

Uma determinada determinação
Iniciar o caminho da oração é ter uma “determinada determinação”, como afirmou Santa Teresa de Ávila. Essa determinação não pode ser colocada em discussão por nada. Não importam os gostos, as consolações. “A minha única consolação é não ter consolação”, escreve Santa Teresinha do Menino Jesus. A oração não pode faltar na vida de um cristão. É ela que o levará a uma harmonia interior. “Não há jeito de ser cristão e não rezar, porque ser cristão é estar unido a Cristo, orientar a sua vida para Cristo. É desta forma que vou entender o que a vida humana é, no concreto. Se a dimensão oracional não existe, a minha vida é ‘qualquer coisa’. Então, o ser orante, o ser uma pessoa de oração é fundamental. A oração é justamente a expressão de agradecimento diante daquilo que Deus realiza”, pontuou o Bispo Auxiliar do Rio.
A oração como caminho para Deus

A oração não é, portanto, meta, é simplesmente caminho para se chegar a Deus. Não se pode transformar os meios em fins. A oração se faz necessária para poder dialogar com Deus e conhecê-Lo melhor. É pelo caminho da oração que se vai chegando à nascente. Santa Teresa de Ávila, mestra de oração, desde sua infância, em formas diferentes, coloca um ideal diante de si: “Quero ver Deus”. E será esta profunda convicção e desejo que vão orientar toda a sua vida. Tudo renuncia, de tudo se despoja, tudo abandona. Nada que possa ser obstáculo ao seu encontro com Deus teve direito de estar presente em sua vida. “Nunca somos tão completos, tão inteiros, tão humanos, em todas as dimensões, do que quando nos colocamos diante de Deus. Então, devemos nos dar por inteiro: dar nosso sofrimento e até mesmo a nossa dificuldade em rezar. Precisamos elevar tudo isso a Deus, que irá iluminar essa realidade. A oração a Deus não deve ser entendida como algo que nos tira do mundo, da vida”, frisou Dom Wilson

O que não é orar?

O principal erro cometido pelos leigos em relação à oração está relacionado com a forma com que conduzem o seu diálogo com Deus. Para evitar esse equívoco, segundo o Bispo, “é necessário que se tenha em mente que não somos deuses, mas sim criaturas de Deus. Às vezes queremos colocar Deus a nosso serviço. O papel da oração é nos colocar na perspectiva de Deus. Rezar para ganhar favores e privilégios não é orar. Quem faz isso não entendeu o que é oração. É como se pensassem que Deus é um grande Senhor, meio caprichoso, que precisa receber um agradozinho para soltar algum presentinho. Esta visão estraga tudo”.

O relacionamento com Deus, pela oração, traz ao orante uma perspectiva nova. Afinal, Ele não desiste da humanidade, sua criatura, mesmo quando ela erra. “Quando damos uma abertura a Deus, Ele vem a nós e põe ordem na nossa vida. Isso constrói o ser humano, nos dá a razão de viver. Quando ficamos só pedindo coisas, ficamos parados em nós mesmos, no mesmo ponto”.
Silêncio é escutar Deus

E se queremos ter uma vida de oração, um aspecto se faz importantíssimo: o silêncio. “Ele é importante porque entra naquela perspectiva da disciplina, na qual eu tenho que dedicar um tempo para oração. No silêncio poderemos ouvir a Deus e poderemos ouvir a nós mesmos. A mística nos diz que aquele que quer encontrar Deus deve entrar dentro de si mesmo, e isso só será possível no silêncio”, esclareceu Dom Wilson.

Para o Bispo, o silêncio hoje é uma das “pedras de toque” do homem moderno: uma das armas que ele tem para não ser engolido pelo mundo, que invade agressivamente a sua vida. “Não podemos perder a noção de que o silêncio mais importante é o interior. Por isso devemos nos colocar na presença de Deus sem aquela inquietação interior, sem as preocupações do dia-a-dia e sentimentos como raiva e apelos sexuais. Rezar é muito mais escutar Deus do que falar e isso só é possível pelo silêncio”, frisou.

Fonte: www.comshalom.org

EVANGELHO QUOTIDIANO

Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna. João 6, 68

Hoje a Igreja celebra : S. Hilário, bispo de Poitiers, Doutor da Igreja, +367

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui
Santo Agostinho : «Jesus saiu; foi para um lugar solitário e ali Se pôs em oração»

Evangelho segundo S. Marcos 1,29-39.

Saindo da sinagoga, foram para casa de Simão e André, com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama com febre, e logo lhe falaram dela. Aproximando-se, tomou-a pela mão e levantou-a. A febre deixou-a e ela começou a servi-los. À noitinha, depois do sol-pôr, trouxeram-lhe todos os enfermos e possessos, e a cidade inteira estava reunida junto à porta. Curou muitos enfermos atormentados por toda a espécie de males e expulsou muitos demónios; mas não deixava falar os demónios, porque sabiam quem Ele era. De madrugada, ainda escuro, levantou-se e saiu; foi para um lugar solitário e ali se pôs em oração. Simão e os que estavam com Ele seguiram-no. E, tendo-o encontrado, disseram-lhe: «Todos te procuram.» Mas Ele respondeu-lhes: «Vamos para outra parte, para as aldeias vizinhas, a fim de pregar aí, pois foi para isso que Eu vim.» E foi por toda a Galileia, pregando nas sinagogas deles e expulsando os demónios.

Da Bíblia Sagrada

Comentário ao Evangelho do dia feito por :

Santo Agostinho (354-430), Bispo de Hipona (Norte de África) e Doutor da Igreja
Carta a Proba sobre a prece, 8-9; CSEL 44, 56 ss. (a partir da trad. breviário)

«Jesus saiu; foi para um lugar solitário e ali Se pôs em oração»

Para que serve dispersarmo-nos em todas as direcções e procurarmos o que devemos pedir na oração? Digamos antes com o salmo: «Uma só coisa peço ao Senhor, aquilo que procuro é habitar a casa do Senhor todos os dias da minha vida, para saborear a doçura do Senhor e frequentar o Seu templo» (Sl 26, 4). De facto, aí «todos os dias» não passam nascendo e desaparecendo, e um não começa quando o outro acaba; eles existem todos juntos, não têm fim, pois a própria vida, da qual são os dias, não tem fim.

Para obtermos esta vida feliz, Aquele que é em pessoa a verdadeira Vida ensinou-nos a rezar. Não com uma série de palavras, como se devêssemos ficar satisfeitos com a nossa conversa; de facto, como o próprio Senhor diz, nós rezamos Àquele que sabe do que necessitamos mesmo antes de Lho pedirmos (Mt 6, 8). [...]

Ele sabe do que necessitamos mesmo antes do Lho pedirmos? Então porque nos exorta continuamente à oração? (Lc 18, 1) Podemos admirar-nos com isso, mas devemos compreender que Deus nosso Senhor não quer ser informado dos nossos desejos, que não pode ignorar. Mas Ele quer que os nossos desejos sejam excitados pela oração, para que sejamos capazes de acolher aquilo que Ele se dispõe a dar-nos. Pois isso é muito grande, enquanto nós somos pequenos e de capacidade pobre! É por isso que nos dizem: «Abri completamente os vossos corações» (2Cor 6, 13). É algo de muito grande [...]: e seremos tanto mais capazes de O receber, com quanto mais fé crermos, com quanto mais segurança esperarmos, com quanto mais ardor desejarmos. É portanto na fé, na esperança e no amor, pela continuação do desejo, que rezamos continuamente.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Programa de Direitos Humanos do governo preocupa a sociedade

O terceiro Programa Nacional dos Direitos Humanos do governo Lula tem despertado fortíssimas reações em toda a sociedade. Tanto a imprensa, quanto os militares, a Igreja e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de São Paulo (OAB-SP) se manifestaram contra alguns pontos do programa.

Dom José Simão, bispo de Assis (SP) e responsável pelo Comitê de Defesa da Vida da Regional Sul-1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que congrega as dioceses do Estado de São Paulo, manifestando a insatisfação dos bispos, disse que “a Igreja é contra o Plano”. O bispo considerou esta uma iniciativa arbitrária e antidemocrática do governo Lula, especialmente no que se refere ao apoio do programa ao aborto, à aprovação da união civil entre pessoas do mesmo sexo com direito de adoção por casais homoafetivos e aos mecanismos para impedir a presença de símbolos religiosos em estabelecimentos.

Para ele, não se pode defender o aborto como uma prática de direitos humanos. O assassinato de uma criança no ventre da mãe jamais pode ser visto como defesa dos verdadeiros direitos humanos, pois o primeiro e mais importante direito é o “direito à vida”, o direito de nascer. Eliminar uma vida em gestação é um gesto brutal, desumano, inqualificável e que jamais pode ser classificado como algo humano. Jamais a mulher pode decidir sobre a morte de um filho em gestação, pois se trata de uma outra vida que não lhe pertence. Se o direito à vida não for respeitado, todos os outros desaparecem.

Sobre a homossexualidade, a Igreja ensina no seu Catecismo que a tendência homossexual é complexa e não caracteriza um pecado e recomenda que essas pessoas sejam amadas, respeitadas e jamais discriminadas. A Igreja não aceita, no entanto, a prática homossexual e a união de pessoas do mesmo sexo por ser contra a lei de Deus. Desde o começo da humanidade Deus criou o homem e a mulher, ambos à sua imagem e semelhança, e os uniu para que juntos crescessem, se multiplicassem e dominassem a terra.

Quanto aos símbolos religiosos, o Estado é laico, mas o povo brasileiro é religioso, e grande parte, católico, e tem o direito de se manifestar livremente. O crucifixo em uma repartição pública não pode ser uma afronta a alguém, mas sim o símbolo da justiça, do amor, da paz, da bênção, do perdão, do respeito, do altruísmo mais sublime que caracteriza a civilização cristã que moldou o Ocidente. Quem pode se sentir ofendido com a imagem de um Deus crucificado por amor ao homem? Esse sinal não foi colocado hoje nas paredes das repartições, mas desde que o Brasil foi colonizado.

Por outro lado, os ministros militares das três Armas qualificaram o Programa como “insultuoso, agressivo e revanchista” em relação às Forças Armadas, e ameaçam pedir demissão dos seus cargos, por reabrir as feridas da época do regime militar, procurando punir os militares e isentando os terroristas de qualquer investigação. Se é para se fazer justiça, ela precisa atingir os dois lados.

A proposta de criar uma “Comissão Nacional da Verdade”, contida no Programa, com o objetivo de examinar as violações de direitos humanos praticadas durante o período 1964-1985, é vista com desconfiança pelos militares. Depois de vinte anos de um período de exceção, a nação foi pacificada pela anistia concedida a ambos os lados. Querer retomar essa questão hoje é algo delicado e que pode convulsionar a nação, causar divisão na população.

A OAB de São Paulo diz que o Plano de Direitos Humanos cria insegurança jurídica. Um programa de recursos humanos deve pacificar a Nação e não provocar agitação depois de tantos anos de tranquilidade. Uma forte reação pode ser notada também por parte dos profissionais da imprensa que veem em alguns pontos do plano uma tentativa de impedir a sua livre manifestação diante dos fatos.

Por todas essas razões, é fundamental que o terceiro Programa Nacional dos Direitos Humanos do governo Lula seja profundamente revisto e modificado, com um debate amplo, aberto à participação de todos os segmentos da sociedade, especialmente dos que se sentem ofendidos com o Programa.

Professor Felipe Aquino é teólogo, autor de mais 60 livros, e apresenta dois programas semanais na TV Canção Nova: “Escola da Fé” e “Trocando Ideias”

Espaço na praia da Enseada oferece apoio espiritual e lazer

Tenda está pronta para receber visitantes

As atividades do Projeto Fé, Cultura e Solidariedade, na tenda da Igreja Católica, na praia da Enseada, em São Francisco do Sul, já começaram. Além de missa, realizada todos os dias, às 20h30, os fiéis podem encontrar no local orientação espiritual, psicológica, familiar e jurídica. Aferição de pressão e massoterapia também fazem parte das atividades.

O trabalho é realizado há nove anos, sob coordenação da diocese de Joinville. O atendimento é feito das 10 às 12 horas e das 14 às 17h30. A tenda fica na avenida Atlântica, em frente à Igreja Nossa Senhora dos Navegantes. Para o padre Dúlcio Antônio de Araújo, o objetivo do projeto é se aproximar do povo, já que boa parte da população está de férias na praia.

— As pessoas sentem falta desse cultivo espiritual no período de férias — explica.

Segundo ele, a maior parte das pessoas procura orientação para resolver conflitos familiares e também para pedir oração pela saúde. A professora Melissa Martins, 33 anos, é de Assaí (PR) e ficará cerca de 30 dias na Enseada. Neste período, ela vai à tenda quase todos os dias.

— Nós viemos pedir oração por toda a família — conta Melissa, acompanhada da mãe Helena e da filha Giovanna.

O projeto é realizado em parceria com a Prefeitura de São Francisco do Sul, que cede a infraestrutura, segurança e publicidade. Para executar o projeto, a igreja conta com o trabalho voluntário de fiéis ligados às pastorais, como o casal Luiz e Kátia Stolf, que fazem aconselhamento familiar.

— Nós fazemos isso para ajudar as pessoas e a Igreja — conta Kátia.

O projeto também prevê atividades culturais, como apresentação de música sacra e dança, e recreativas. Todos os dias, às 8 horas, são feitos exercícios terapêuticos e caminhada na praia.

PROGRAMAÇÃO

— Missa, às 20h30, todos os dias.
— Caminhada e exercícios terapêuticos, das 8 às 9 horas, todos os dias.
— Shows de músicas sacras, às 22 horas, todos os sábados.
— Semana Ecumênica, de 10 a 17 de janeiro.
— Verão Luz (arrastão com a juventude na praia), 6 e 7 de fevereiro.
— Apresentação de Boi de Mamão, às 18 e às 22 horas, no dia 13 de fevereiro.

APÓS REAÇÃO DA IGREJA, LULA RECUA SOBRE DEFESA DO ABORTO

Preocupado com a forte reação da Igreja Católica, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva também considerou um erro a inclusão, no Programa Nacional dos Direitos Humanos, da intenção do governo de apoiar a aprovação do projeto de lei que "descriminaliza o aborto, considerando a autonomia das mulheres para decidir sobre seus corpos".

Além de mandar alterar o trecho sobre a Comissão da Verdade, Lula vai determinar ao ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria Especial de Direitos Humanos, a exclusão desse trecho do programa.

O "Diário Oficial da União" publicou no dia 22 de dezembro passado, que o plano estabelece "apoiar a aprovação do projeto de lei que descriminaliza o aborto, considerando a autonomia das mulheres para decidir sobre seus corpos".

Na nova redação, será suprimida a parte que fala da autonomia, pois caracteriza um apoio à decisão íntima de interromper a gestação, mas não é a posição do governo e de Lula.

Na última sexta-feira, dia 8, o bispo de Assis, Dom José Simão, responsável pelo Comitê de Defesa da Vida, do Regional Sul-1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), disse que a Igreja vê as iniciativas do plano como uma "atitude arbitrária e antidemocrática do governo Lula".

A polêmica sobre o Programa de Direitos Humanos teve início no final do ano passado, quando os comandantes do exército, general Enzo Martins Peri, e da aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, ameaçaram pedir demissão, caso Lula não revogasse o trecho do programa que cria a Comissão da Verdade, para apurar torturas e desaparecimentos durante o regime militar (1964-1985).

O plano foi criticado pelo ministro Reinhold Stephanes (pasta da Agricultura), pela CNA (Confederação Nacional da Agricultura) e pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Os militares classificaram o documento como "excessivamente insultuoso, agressivo e revanchista" em relação às forças armadas, enquanto o ministro Paulo Vannuchi defende a realização de investigações sobre as torturas cometidas por militares.

Nota de esclarecimento da banda SER

ESCLARECIMENTO

Como é sabido, quando optamos pelos caminhos de Deus, não vamos trilhar em estradas de linhas perfeitas, mas encontraremos obstáculos que nos levara a uma grande guerra de conseqüências dolorosas. O bom soldado é conhecedor da guerra, sabe que sua vitória acontece mediante o fracasso do adversário e que o sabor da conquista tem gosto de feridas que jamais cicatrizarão.

Hoje em respeito aos 14 anos de historia que vivemos e escrevemos com pessoas que amamos muito, informamos que a banda ser, encerra suas atividades. Por entender que hoje nossas vocações se diferem entre si, e que hipocrisia e falácia não combinam com os nossos propósitos.

Agrademos a todos que acreditaram no nosso trabalho, as pessoas que cruzaram nosso caminho e deixaram um pedaço delas em nossas vidas, aos amigos que valorizaram nossa amizade com pequenas atitudes que ao longo fizeram a diferença, aos padres que diante do novo de uma juventude cheia de medos e inseguranças nos conduziu para sermos grandes homens de bem, e nossas famílias que hoje serão nosso porto seguro e o ombro amigo para chorar.

Lembramos também que continuamos grandes irmãos e que dependemos uns dos outros para nossas vidas cotidiana.

Contamos com oração de vocês para nossas vidas.

Ivo Duarte, Silvio Duarte, Nicko Roriz (Antonio Gustavo Roriz), Brioche Mathyoly (Leandro Silva)

domingo, 10 de janeiro de 2010

Anjos de Resgate concorre a melhor banda nacional

A banda Anjos de Resgate é uma das indicadas pelos internautas para concorrer ao título de melhor banda nacional da atualidade. Realizada pelo Portal Terra, a votação vai até o dia 27 de janeiro. Após essa data, as 15 mais votadas seguem para a segunda etapa.

Até a publicação dessa matéria, a banda Anjos de Resgate estava colocada em 59º lugar, somando 23.670 pontos. No início da consulta, o público podia sugerir livremente os nomes das bandas concorrentes. Agora só se pode votar nos grupos já relacionados. Quem também está no páreo é a banda Rosa de Saron, que figura em 12º lugar, com 293.790.

Para votar, basta acessar clicando aqui,procurar o nome da banda e clicar em uma das cinco estrelas, concedendo de 10 a 50 pontos ao grupo.
WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal