segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Pensamento do Dia!!!!

"É viva a Palavra quando são as obras que falam"

(Mensagem de Santo Antônio)

SAGRADA FACE e JACKSON PAULA no Programa Point 21, TV Século 21!!!!


O direito de ser frágil

Não é possível falar de crescimento humano se antes não falarmos de reconhecimento dos nossos limites. O bom treinador é aquele que vai saber salientar a qualidade do atleta, mas, sobretudo, vai saber encaminhá-lo para a superação dos limites. O primeiro passo é reconhecer onde a gente precisa melhorar.

É um grande desafio para todos nós porque, lamentavelmente, as pessoas não estão preparadas para nos educar para a coragem. Pois, muitas vezes os incentivos que nos são dados estão mais voltados para esquecermos as nossas fragilidades. Quando mostramos as nossas fragilidades, há uma série de repreensões diante de nós.

Você já reparou que a gente não deixa a criança chorar? Já reparou que quando o recém-nascido chora, nós fazemos de tudo para calar a boca dele.

Nós, humanos, temos uma dificuldade imensa de lidar com a fragilidade do outro – ainda que seja filho da gente. Nós gostamos é de todo mundo feliz. Não estamos preparados para encarar a fragilidade. Parece que a nossa educação está sempre voltada para nos revestir de uma coragem que nos faz esquecer o limite.

São Paulo nos fala para que o seu espírito não se enchesse de orgulho e vaidade, foi lhe colocado um "espinho na carne".(2Cor 12,1-10). Ter coragem é descobrir onde está a nossa fragilidade e ali trabalhar com um empenho um pouquinho maior. É não desconsiderar o que temos de bom, mas é também colocar atenção naquilo que ainda temos que melhorar. Estamos em processo de feitura. Não estou pronto, eu não sou perfeito, estou sendo feito aos poucos e neste processo aos poucos eu vou descobrindo onde é que dói este espinho.

Para você retirar um espinho, às vezes, é preciso deixar inflamar. É como se o seu corpo dissesse: “Isso não me pertence”. De qualquer jeito, nós temos que tirar aquilo que não nos pertence. Tem algumas inflamações do espírito, da personalidade que tem gente que é tão aborrecida que a gente não pode nem encostar. São aquelas inflamações que se alastram.

E aí é que entra a grande contribuição do Cristianismo, numa proposta antropológica. Deus não quer que você seja um anjinho na terra. Ele quer te mostrar as inflamações para que você lute.

Cara feia, arrogâncias, isso é complexo de inferioridade. Sabe qual é o espinho? O medo, a insegurança. Quanto mais uma pessoa está aperfeiçoada no processo de ser gente, maior é a facilidade de conhecer limites.

A pior ignorância é aquela que finge que sabe! Temos medo de mostrar que não aprendemos, que somos frágeis. Quantas vezes na nossa vida, por medo, perdemos a oportunidade de aprender.

Às vezes, por medo de expor a nossa fragilidade, perdemos o direito de chorar.

Nós somos todos iguais. Nós, padres, somos todos iguais. Não adianta a gente fingir que é forte, ou ficar fingindo que não sente e que não tem medo. Eu não sei se você tem mais de cinco pessoas que conhecem os seus segredos. Pessoas que te enxergam por dentro são raras.

Conversão é isso. É você educar o seu filho para ele poder te contar onde estão os espinhos. O espinho não é o defeito, mas é a seta que nos mostra onde temos que trabalhar para ser melhor.

Há tantas situações que nos deixam com o “coração na boca”. Às vezes, nós colocamos muito mais atenção naquilo que as pessoas estão achando de nós, do que no que nós pensamos de nós mesmos.

Examine-se, você é uma pessoa que consegue levar o outro à cura. Em última instância, o que vai sobrar de nós é a nossa vontade de amar. Vamos descobrir o que hoje em nós está "infeccionado", porque é preciso sangrar, é preciso reconhecer-se frágil.


Padre Fábio de Melo

Evangelho do dia

Lc 4, 16-30

Naquele tempo, veio Jesus à cidade de Nazaré, onde se tinha criado. Conforme seu costume, entrou na sinagoga no sábado e levantou-se para fazer a leitura. Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, Jesus achou a passagem em que está escrito: "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção para anunciar a boa nova aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos cativos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos e para proclamar um ano da graça do Senhor". Depois fechou o livro, entregou-o ao ajudante e sentou-se. Todos os que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele. Então começou a dizer-lhes: "Hoje se cumpriu esta passagem da escritura que acabastes de ouvir". Todos davam testemunho a seu respeito, admirados com as palavras cheias de encanto que saíam da sua boca. E diziam: "Não é este o filho de José?" Jesus, porém, disse: "Sem dúvida, vós me repetireis o provérbio: Médico, cura-te a ti mesmo. Faze também aqui, em tua terra, tudo o que ouvimos dizer que fizeste em Cafarnaum". E acrescentou: "Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria. De fato, eu vos digo, no tempo do profeta Elias, quando não choveu durante três anos e seis meses e houve grande fome em toda a região, havia muitas viúvas em Israel. No entanto, a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a uma viúva que vivia em Sarepta, na Sidônia. E no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamá, o sírio". Quando ouviram estas palavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos. Levantaram-se e o expulsaram da cidade. Levaram-no até o alto do monte sobre o qual a cidade estava construída, com a intenção de lançá-lo no precipício. Jesus, porém, passando pelo meio deles, continuou o seu caminho.

Reflexão

As profecias do Antigo Testamento ajudaram Jesus a compreender sua identidade e missão. Um texto do profeta Isaias foi-lhe extremamente útil. Nesse texto encontramos o monólogo de alguém que voltara do exílio babilônico e expressava a consciência de sua missão: reorganizar o povo, após sua total destruição por mãos de Nabucodonosor. Isaias tinha consciência de ser um profeta, nos moldes do Servo de Javé, cuja missão era a de infundir ânimo e esperança no povo, descortinando-lhe horizontes, e trazendo-lhe libertação. Foi essa a trilha que Jesus seguiu. O evento de seu batismo constituiu-se numa verdadeira consagração por parte do Pai para a missão que estava prestes a ser iniciada. Os destinatários preferenciais de sua ação missionária foram os pobres, os humilhados e injustiçados, toda sorte de prisioneiros e oprimidos, as vítimas da cegueira física e espiritual. Sua ação, por ser ele o Filho de Deus, era portadora de alegria semelhante à do ano jubilar, quando todas as dívidas e servidões eram abolidas e as pessoas tinham, novamente, sua dignidade reconhecida. O texto profético era um resumo perfeito do projeto de vida de Jesus. Não possuímos informações a respeito do que se passou com o profeta vétero-testamentário. Com Jesus, sim. A história confirmou que nele se cumpriu plenamente o que o antigo profeta havia falado de si mesmo


domingo, 30 de agosto de 2009

Carta Aberta /Retorno Banda Ser!!!

Existem feridas, que muitas vezes o tempo vence, existem feridas que são mera cascas, não representam dano a pele, termômetro de adversidades da alma; por fim existe espécies que se transforma em chagas que se auto consomem em rosas de leproma, o indefeso corpo. Mas qual chaga vivemos?

Corre os dias em que flores já nenhuma, entristecem os galhos envelhecidos da vida, ressecados pelo tempo adverso do deserto temporão de nossas vidas.
Quando olhamos para vida, percebe-se que o passado é a melhor escola para não se cometer erros, pois o tempo não é uma quimeras e nos consome sem piedade.
Abrir o peito e assumir, é permitir que laminas cortem a carne já massacrada e triturada; Ato de fé de uma profissão inumana, muitas vezes rezada como sobra do pão de cada dia de nossas escolhas.

Banda de ser passou uma experiência de deserto entre o período de Dezembro a Julho de 2009, no qual Deus nos parecia atrair constantemente para uma forte experiência, um chamado a mergulhar na obra da solidão de luta tão característica de uma autêntica renovação.
No principio chegamos a pensar que esta rica experiência de Deus como uma punição divina, o que não corresponde os fatos da realidade, pois se Deus atrai os seus para o deserto é por desejar que mergulhem em sua intimidade. Sinal do Amor que atrai para que o homem possa exclamar “Conhecia – te só de ouvido, mas agora viram-te meus olhos (Jó 42.5)
No deserto se vive o despojamento total de si e o tão esperado encontro com a verdade. Estar no deserto é um ato de violência, um chamado a lutar. O ambiente inóspito do deserto pode muito refletir ação de Deus. Apenas os ousados e corajosos devem entrar no deserto. Não são os de roupas finas ou caniços agitados pelo vento, mas os violentos que aspiram pelo deserto com todas as suas forças, pois lá mergulham no coração de Deus e na misericórdia Divina.
Consideramos que o deserto não foi feito para crianças, mas para homens de bem que possam lutar, despertando assim o orgulho para sairmos das garras do pecado.

Diante de tão renovadora experiência nos colocamos a disposição das comunidades para continuar nossa missão no ministério ser.

Obs: Agrademos a todos pela oração e palavras de consolo proferidas.

Ivo Duarte – Silvio Duarte – Nicko Roriz (Antonio Gustavo) – Brioche Mathyoly (Leandro Silva)

1º Mega Balada Cristã - um jeito diferente de evangelizar!!!






















1ª Mega Balada Cristã

Data: 05 - 09 - 2009

Horário: 21h00

Atrações:

Anjos de Resgate
Nandu Valve
Fúria Cristã
DJ Rodrigo "Cristoteca"
M.D. Servos de Deus
Peça Everything

Entrada: Pista R$ 25,00 | Camarote R$ 35,00

Local: Espaço Lux

Endereço: Antonio Luiz Valério, 93 - Saída KM 22 da Anchieta

Cidade: São Bernardo do Campo

Estado: SP

Informações: 11 3412-7384 - 11 4339-3613

Show Comigo Estás!!!!

Câmara aprova acordo "Brasil/Santa-sé"!!!!

O Núncio Apostólico no Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri, comemorou a aprovação do Acordo entre o Brasil e a Santa Sé pela Câmara dos Deputados, ocorrida nesta quinta-feira, 27. Dom Lorenzo declara que os parlamentares reconheceram a constitucionalidade do documento e que não fere a laicidade do Estado.

“É um bem não só para a Igreja Católica, mas para as outras igrejas e os brasileiros no geral”, afirma o Núncio.

Assista o Video:

O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Dimas Lara Barbosa, também comemora e ressalta as palavras do Deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), que fez o relatório pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara: “Inconstitucional seria não aprovar o Acordo, porque seria cercear o amplo exercício da religião”. O secretário-geral destaca que este foi um importante passo e toda Igreja no Brasil aguarda a aprovação final no Senado.

Assista ao vídeo:


Nota aos fiéis sobre a prevenção da gripe A (H1N1)!!!

Os fiéis que apresentarem sintomas de gripe devem evitar o comparecimento aos encontros da Paróquia (Missas, reuniões), mesmo em dia de domingo, devendo procurar, o quanto antes, a Unidade de Saúde mais próxima para um diagnóstico seguro sobre o tipo de gripe ou resfriado que têm. Eles poderão sempre unir-se à celebração da Santa Missa através do Rádio ou da Televisão. Os pais devem ter igual cuidado, com relação às crianças da Catequese.

1. Cuide-se, na medida do possível, que as Igrejas e locais de celebrações e de reuniões estejam bem arejados, com janelas e portas abertas.

2. Os Celebrantes e os Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão, antes da celebração, devem lavar, cuidadosamente, as mãos e, imediatamente, antes da distribuição da Santa Comunhão, lavar as mãos com o álcool gel, que deverá ser utilizado novamente após a distribuição da Eucaristia.

3. Não se deve receber a Sagrada Hóstia diretamente sobre a língua, mas somente na palma da própria mão. O fiel deve imediatamente levar a Partícula à própria boca, comungando na frente do Sacerdote ou Ministro.

4. Igualmente, não se distribua a Sagrada Comunhão sob as duas espécies, não permitindo que o fiel, uma vez recebida a Hóstia, a molhe no Cálice, nem entregando ao fiel a Hóstia previamente molhada no Precioso Sangue.

5. Sejam omitidos, nas celebrações, o abraço da paz e as orações de mãos dadas.

6. Até segunda ordem, não devem ser enchidas as pias de água benta, nas entradas das Igrejas. As pessoas que desejarem, peçam ao Sacerdote para benzer água, que utilizarão em particular, nas próprias casas.

7. Os Párocos procurem divulgar, nos quadros de avisos das Igrejas e nas Secretarias Paroquiais, as orientações sobre a prevenção da gripe A (H1N1), fornecidas pelas Autoridades Sanitárias.

Estas disposições, de natureza pastoral, estarão em vigor enquanto perdurar o risco de contaminação por esta doença que, - todos desejamos -, seja o mais breve possível. Sobre todos invocamos a Benção e a Proteção do Deus da Vida.

Pensamento do Dia!!!

“Plantar é bom, colher é melhor, mas, ambos exigem disposição, decisão e atitudes honestas”
.
(Paulo Samuel)

Curso Bíblico On line!!!

Curso Bíblico nível I e nível II agora estamos começando mais um desafio: partilhar com você um curso bíblico on line. Vamos caminhar juntos e descobrir as riquezas e as maravilhas que as Sagradas Escrituras, esta carta de amor que Deus nos deixou, nos mostrará. A Bíblia é um universo muito grande e profundo. Muitas vezes desanimamos em nossas leituras pelo fato de não entendermos muito sobre as escrituras, ou porque muitos textos são difíceis de serem interpretados. Até agora isso era normal! Mas, com este curso on line, grande parte de nossas dificuldades vão desaparecer porque com apenas 20 aulas vamos estar completamente habilitados para entendermos cada livro, cada texto, cada situação que a Bíblia vai nos apresentar. Você duvida? Então faça a sua inscrição e comece o curso e você vai experimentar e sentir uma transformação muito grande na sua vida e nos seus conhecimentos sobre a PALAVRA DE DEUS. E como só amamos aquilo que conhecemos - velho ditado popular - o nosso amor pelas realidades sagradas.
.
Fonte: CatolicaNet

Comunidade Discipulos de Emaús

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

FÉ e SOM . novo portal Católico de músicas

Esta semana a internet católica ganhou mais um presente, estreou na web o portal católico Fé & Som, um site de perfis de bandas católicas em que o internauta pode encontrar uma descrição sobre o ministério católico, além de poder ouvir músicas on-line e assistir vídeos.

Acesse e dê uma força a esta nova iniciativa para ajudar a divulgar a música católica.
entre no site www.feesom.com

Evangélio do Dia!!!

O noivo está chegando: ide ao seu encontro!
Mt 25,1-13


Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: “O Reino dos Céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo. Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes. As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas. O noivo estava demorando e todas elas acabaram cochilando e dormindo. No meio da noite, ouviu-se um grito: ‘O noivo está chegando. Ide ao seu encontro!’ Então as dez jovens se levantaram e prepararam as lâmpadas. As imprevidentes disseram às previdentes: ‘Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando’. As previdentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuf iciente para nós e para vós. É melhor irdes comprar aos vendedores’. Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram: ‘Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!’ Ele, porém, respondeu: ‘Em verdade eu vos digo: Não vos conheço!’ Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia, nem a hora”.

VIGIAI, POIS NÃO SABEIS O DIA NEM A HORA
Mt 25,1-13

A parábola das dez virgens nos faz pensar na importância da vigilância como espera do Senhor que virá. Aqui Jesus fala de um casamento, onde a vinda do noivo está próxima e as virgens o esperam com lâmpadas acesas; isso significa que não se deve apagar a luz de nossa fé, nem tampouco, a perseverança na espera. As virgens que são fiéis e previram a possível falta de óleo foram admitidas às núpcias, enquanto que a imprevidentes não foram admitidas, pois não vigiaram e se atrasaram para a chegada do noivo. Isso tudo nos mostra que Deus quer se unir a seu povo a modo de um casamento, ou seja, intimamente, participando de sua vida, sendo o Deus deles. Hoje celebramos a memória obrigatória do grande Santo Agostinho. Agostinho nasceu em Tagaste, no norte da África, em 354, filho de Patrício (convertido) e da cristã Santa Mônica, a qual rezou durante 33 anos para que o filho fosse de Deus. Aconteceu que Agostinho era de grande capacidade intelectual, profundo, porém, preferiu saciar seu coração e procurar suas respostas existentes tanto nas paixões, como nas diversas correntes filosóficas, por isso tornou-se membro da seita dos maniqueus. Com a morte do pai, saiu Agostinho para aprofundar seus estudos, principalmente na arte da retórica. Sendo assim, depois de passar em Roma, tornou-se professor em Milão, onde envolvido pela intercessão de Santa Mônica, acabou freqüentando, por causa da oratória, os profundos e famosos Sermões de Santo Ambrósio. Até que por meio da Palavra anunciada, a Verdade começou a mudar sua vida.O seu processo de conversão, recebeu um empurrão quando na luta contra os desejos da carne, acolheu o convite: Toma e lê, e assim encontrou na Palavra de Deus (Romanos 13, 13s) a força para a decisão por Jesus: ...revesti-vos do Senhor Jesus Cristo...não vos abandoneis às preocupações da carne para lhe satisfazerdes as concupiscências. Santo Agostinho, que entrou no Céu com 76 anos de idade (no ano 430), converteu-se com 33 anos, quando foi catequizado e batizado por Santo Ambrósio. Depois de perder sua mãe, voltou para a África, onde fundou uma comunidade cristã ocupada na oração, estudo da Palavra e caridade. Isto, até ser ordenado Sacerdote e Bispo de Hipona, santo, sábio, apologista e fecundo filósofo e teólogo da Graça e da Verdade. Para Deus nada e impossível e, por isso, fez de Santo Agostinho um grande exemplo de entrega e virtudes. Vigiar é isso: estar atento à vontade do Pai, como fez Santo Agostinho.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Aprovado tratado entre Brasil e Vaticano

Um inusitado acordo entre católicos e evangélicos permitiu a aprovação nesta quarta-feira do tratado celebrado entre o governo brasileiro e o Vaticano. Depois de quatro horas de discussão, o texto foi aprovado por votação simbólica. Ainda será votada a Lei Geral das Religiões, de interesse dos evangélicos, como compensação.

Os opositores do tratado argumentaram que trata-se de um privilégio para a Igreja Católica e que o documento fere o princípio da laicidade do Estado. Os evangélicos fizeram discursos contra, apesar do acordão para aprovação do projeto, o que só ocorreu depois de quatro horas de discussão.

- É um privilégio para apenas uma religião em detrimento às demais - disse o evangélico Takayama (PSC-PR).

O texto da Lei Geral das Religiões é uma cópia do tratado do Brasil com a Santa Sé. A única diferença é que a expressão Igreja Católica é excluída ou substituída por "todas as confissões religiosas". O tratado entre Brasil e Vaticano é um acordo internacional e não pode ser modificado pelo Congresso, que o aprova ou o rejeita na íntegra. Um dos pontos mais polêmicos envolvia o ensino religioso. Para os evangélicos, o tratado prevê que as escolas adotarão o catolicismo nessas aulas. O Ministério da Educação chegou a se pronunciar contra esse artigo, com este mesmo receio.

Antes da votação, o autor da Lei Geral, George Hilton (PP-MG), circulava tranquilo pelo plenário, certo do cumprimento do acordo.

- Já está combinado: aprovamos o deles e eles aprovam o nosso - disse Hilton.

Eduardo Cunha, ligado aos evangélicos e relator do projeto da Lei Geral das Religiões, foi o principal artífice da negociação. Ele conseguiu número de assinaturas de líderes suficientes para dar caráter de urgência ao texto. Indignado, Chico Alencar (PSOL-RJ) criticou o acordo entre católicos e evangélicos.

- É um acordo que libera de vez o mercado da fé. Uma demonstração de que amam mais o dinheiro que a Deus - disse.

Fonte: O Globo

Mesmo com chuva e frio a boa para o sábado continua sendo o Barzinho com Jesus!
Porém, optamos por realizar o Barzinho com Jesus em outro lugar!
Será no Salão da Paróquia Santa Teresinha, QNJ 19- Taguatinga Norte!
Aguardamos todos vocês lá para esta noite na companhia do Senhor!
Música ao vivo, animação, comidas gostosas, bebidas sem alcool!
Barzinho com Jesus
sábado, 29/08, a partir das 20h!
Local: Salão de festas da Paróquia Santa Teresinha, QNJ 19 - Taguatinga
Deus os abençõe!

Mickey Rourke agradece a Deus e sua fé católica por "segunda oportunidade"

Desde a Bósnia, onde participa do Festival de Cinema do Sarajevo, o famoso ator de Hollywood, Mickey Rourke, deu graças a Deus e sua fé católica por ter recebido uma "segunda oportunidade" na vida para superar os vícios que quase o levam ao suicídio.Em declarações ao jornal bósnio Avaz, Rourke assegurou que "Deus me deu uma segunda oportunidade na vida e eu o agradeço".Rourke alcançou a fama na década do '80 com filmes de ação e filmagens polêmicas carregadas de erotismo. Nos princípios dos '90s trocou o cinema pelo boxe e caiu em um profundo vício às drogas e ao álcool.Conforme explicou ao jornal, nos momentos mais difíceis de sua vida, seu psiquiatra e um sacerdote foram seus melhores amigos.

"Quando você cai, as pessoas te empurram mais ainda. O mundo está cheio de materialismo e inveja. Quando você é famoso e cai, as pessoas não querem que você volte. É quase impossível voltar. Já é difícil a primeira vez, mas a segunda vez é como se não existisse... Deus me deu uma segunda oportunidade, "o homem lá de cima" me ajudou", assinalou.Faz uns anos, Rourke começou seu retorno à tela gigante e este ano ganhou seu primeiro Globo de Ouro pelo filme "The Wrestler" (O lutador) e era o favorito para o Oscar.Agora, adicionou, não pensa "muito em Hollywood. Não me interessa o que é Hollywood e o que pensa o pessoal de Hollywood. Não penso em como funciona já que simplesmente não me interessa. Nem sonho com isso".No ano 2005, quando começou a receber papéis importantes no cinema revelou a uma revista que mantinha freqüentes encontros com seu pároco em Nova Iorque e que esteve a ponto do suicídio."Se não fosse católico teria explodido os miolos", recordou.
Fonte: site da edidora do Professor e teologo Felipe Aquino da Canção Nova.

Bento XVI afirmou que a música permite sondar o Paraíso e vivenciar a beleza e o bem da criação.

No pátio interno da residência apostólica de Castel Gandolfo, foi oferecido ao pontífice um concerto. A orquestra de câmara de Bad Bruchenau (Baviera) executou peças de Bach, Mozart e Benjamin Britten.As peças escolhidas, direcionadas para oboé, tiveram a execução “magistral”, no comentário do Papa, do músico Albrecht Mayer.Após o concerto, em um breve discurso, o Papa lamentou não poder aplaudir com vigor os músicos, devido à lesão no punho.Ele afirmou que foi comovente observar como o fluxo de todo universo da música pode ressoar através de um pequeno instrumento como o oboé. “O insondável e o jubiloso, a gravidade e o espirituoso, o grandioso e o simples, o diálogo interior da melodia”, disse.
.
“Eu pensei no quanto é magnífico que uma pequena peça criativa esconda tal promessa, que o músico pode libertar. Isso significa que toda criação está cheia de promessas e que ao homem é dado o dom de folhear este livro de promessas ao menos por um instante”, afirmou.O Papa recordou que se celebrava o dia da Porciúncula e da milagrosa visão de São Francisco, em que o Senhor permite-lhe levar o perdão à casa. Francisco, em seguida, expressa aos seus amigos: "o Senhor quer que todos tenham o Céu".“Hoje penso que pudemos transcorrer este momento como uma hora do Céu, observar e ouvir o Paraíso e a beleza incorruptível e a bondade da criação”, disse.Segundo o Papa, não se trata de uma fuga da miséria deste mundo e da vida quotidiana. “Só podemos continuar a lutar contra o mal e as trevas se acreditarmos no bem; e podemos acreditar no bem sobretudo se o experimentarmos e vivermos como realidade. Nesta hora sondamos o bem e o belo com nosso coração”, afirmou.
.
.
Enviado por Tiago

Banda Canal da Graça lança video clipe!!!

Evangelho do Dia!!!

Ficai preparados!

Mt 24,42-51

Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: “Ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor! Compreendei bem isso: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada. Por isso, também vós ficai preparados! Porque na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá. Qual é o empregado fiel e prudente, que o senhor colocou como responsável pelos demais empregados, para lhes dar alimento na hora certa? Feliz o empregado, cujo senhor o encontrar agindo assim, quando voltar. Em verdade vos digo, ele lhe confiará a administração de todos os seus bens. Mas, se o empregado mau pensar: ‘Meu Senhor está demorando’, e começar a bater nos companheiros, a comer e a beber com os bêbados; então o senhor desse empregado virá no dia em que ele não espera, e na hora que ele não sabe. Ele o partirá ao meio e lhe imporá a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes”.

NA HORA EM QUE MENOS PENSAIS, O FILHO DO HOMEM VIRÁ

Mt 24,42-51

Com essa passagem tem início o tema da vigilância, que será desenvolvido nos próximos dias. Em face da certeza do juízo e da incerteza do tempo, uma só coisa é possível: vigiar! É interessante essa imagem do patrão que confia seus bens para os empregados administrarem, pois assim que Deus faz conosco: Ele nos confia dons que depois irá pedir contas, daí a necessidade de vigiar, de estar atentos às capacidade que Ele nos dá para pormos em prática em favor do próximo. Não sabemos a hora em que Jesus voltará para “acertar as contas” conosco, por isso a necessidade da fidelidade cada dia. Um exemplo disso é a santa que celebramos hoje: Santa Mônica, mãe de Santo Agostinho. Santa Mônica tinha três filhos. E passou a interceder, de forma especial, por Agostinho, dotado de muita inteligência e uma inquieta busca da verdade, o que fez com que resolvesse procurar as respostas e a felicidade fora da Igreja de Cristo. Por isso se envolveu em meias verdades e muitas mentiras. Contudo, a mãe, fervorosa e fiel, nunca deixou de interceder com amor e ardor, durante 33 anos, e antes de morrer, em 387, ela mesma disse ao filho, já convertido e cristão - Uma única coisa me fazia desejar viver ainda um pouco, ver-te cristão antes de morrer. - A recompensa veio por sua fidelidade e c onfiança em Deus que nunca abandona seus filhos, mas os molda segundo sua vontade. Que a vigilância e a confiança no Senhor nos prepare para responder cada vez mais ao seu chamado de Amor!

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Barzinho com Jesus - Taguatinga/DF


Quando chega sábado, qual é a boa?
BARZINHO COM JESUS!
A Comunidade Católica Gratidão promove no dia 29/08 a partir das 20h o primeiro Barzinho com Jesus!
Uma noite para nos divertirmos, cantarmos e dançarmos na presença do Senhor!
Venha participar desta noite imperdível e inesquecível!
Teremos o Ministério de Música da Comunidade Obra de Maria animando a nossa noite!
Muitos petiscos e bebidas não alcoólicas!

Promoção Hallel 2009

Mostre seu amor ao Hallel Brasília e ganhe 5 minutos com o seu cantor preferido.

Envie 1 foto com seus amigos, demonstrando seu amor pelo Hallel Brasília e fique você com mais dois amigos, 5 minutos com seu cantor ou banda preferido. Vale sua criatividade em homenagear os 14 anos do Hallel nesta cidade.

As 2 melhores fotos de cada cantor ou banda vão pro site e vocês irão escolher o vencedor. Entre no site www.hallelbrasilia.com.br e veja como participar dessa promoção.

III Encontro da Família - Planaltina/DF

Regional Centro-Oeste realizará 2ª Etapa da Escola Vocacional!!!

De 4 a 6 de setembro, em Goiânia, a Pastoral Vocacional pelo Regional Centro-Oeste realizará a 2ª Etapa da 5ª Escola Vocacional, e terá como tema “A Psicologia nas etapas do Itinerário Vocacional à luz da Palavra de Deus”. De acordo com a organização do evento, o encontro pretende contar com a presença dos coordenadores diocesanos da Pastoral Vocacional, coordenadores paroquiais da Pastoral Vocacional, formadores das congregações / Institutos de Vida Consagrada, Comunidades de Vida e membros das equipes vocacionais paroquiais.

Outras informações ligue: (062) 3223-1854 Fax: (062) 3218-5056.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Pastoral Afro-Brasileira pede aprovação do Estatuto da Igualdade Racial

A pastoral afro-brasileira, órgão da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), emitiu uma carta endereçada ao deputado federal Carlos Santana (PT/RJ), pedindo a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial, que voltou a tramitar no Congresso Nacional. Santana é titular da Comissão Especial da Câmara, que analisa o projeto.

“A aprovação desse instrumento faz-se necessária devido à explícita situação de pobreza e miséria da população afro-brasileira, os preconceitos e discriminações sofridas. Sua posterior implementação dará condições de o Brasil sanar sua dívida com essa parcela da sociedade brasileira, um dos pilares da identidade nacional”, afirma um dos trechos da carta, assinada pelo bispo responsável pela pastoral Afro, dom Frei João Alves dos Santos, e pelo assessor padre Ari Antônio dos Reis.

O Estatuto possui 85 artigos que abordam temas como o acesso à Justiça; a criação de ouvidorias; o funcionamento dos meios de comunicação; sistema de cotas raciais; mercado de trabalho; direitos dos quilombolas; direitos da mulher afro-brasileira; incentivos financeiros; religião; cultura; esporte e lazer.

O texto completo do Estatuto da Igualdade racial se encontra no site da Câmara: http://www.camara.gov.br/sileg/integras/359794.pdf

Para ler a íntegra da carta, clique aqui.

Pensamento do dia!!!

"Não possuo o valor buscar orações formosas nos livros, como não sei como escolher, penso como as crianças e digo simplesmente ao bom Deus o que necessito, e Ele sempre me compreende."
(Santa Terezinha)

Buscai as coisas do alto - Kairós

Com o tema “Buscai as coisas do Alto”, a Comunidade Canção Nova de Cachoeira Paulista (SP) realiza neste final de semana, 29 e 30 de agosto, mais um Kairos - que é um dia especial de oração, adoração Eucarística e meditação da Palavra de Deus.
O evento vai contar com a participação especial da Comunidade Bethânia, movimento eclesial que o saudoso padre Léo fundou. No sábado, dia 29, das 21h às 22h30, haverá show ao vivo com os membros desta Obra de Deus, transmitido pela TV Canção Nova.
Presenças:
Padre Andŕe Luna
Padre Vicente
Padre Marcos Pacheco
Paulo César
Comunidade Bethânia

3ª Marcha Nacional da Cidadania pela Vida



No dia 30 de agosto, domingo, a Marcha terá início com concentração, a partir das 15h, no Eixão Sul, altura da Estação do Metrô da 108 Sul em direção à Esplanada dos Ministérios. Neste ano, a Marcha faz parte do Projeto Cultura, Cidadania e Vida que tem a seguinte programação:

Dia 26 de agosto – 19h00 - Cerimônia de Lançamento.
Dia 29 de agosto – 9h00 - Workshop: Contribuição da arte para valorização da Vida e construção da Paz.
Dia 29 de agosto – 20h00 - Musical Show Vida - Grupo Arte Nascente – GAN.
Dia 30 de agosto – 15h00 - Marcha Nacional da Cidadania pela Vida e pela Paz com show de encerramento na Esplanada dos Ministérios

Venha manifestar com o seu grito e seu canto, seu amor pela vida e pela construção da paz. Mobilize! Convide sua família, amigos, vizinhos e sua comunidade. Dê sua contribuição e diga NÃO à legalização do aborto no Brasil.

Outras informações: (61) 3345-0221

www.brasilsemaborto.com.br




Evangelho do Dia

Mt 23, 23-26

Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, porque pagais o dízimo da hortelã, do funcho e do cominho e desprezais o mais importante da Lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade! Devíeis praticar estas coisas, sem deixar aquelas. Guias cegos, que filtrais um mosquito e engolis um camelo! Ai de vós, doutores da Lei e fariseus hipócritas, porque limpais o exterior do copo e do prato, quando por dentro estão cheios de
rapina e de iniquidade! Fariseu cego! Limpa antes o interior do copo, para que o exterior também fique limpo.

Reflexão

Partamos para a guerra como Josué; tomemos de assalto a cidade mais importante deste mundo, a malícia, e destruamos as muralhas orgulhosas do pecado. Olhando ao teu redor, vês o caminho que é preciso seguir, que campo de batalha precisas de escolher? As minhas palavras vão surpreender-te; no entanto, são verdadeiras: limita a tua procura a ti mesmo. Em ti está o combate a que deves entregar-te; dentro de ti está o edifício da malícia que é preciso destruir; o teu inimigo vem do fundo do teu coração.
Não sou eu que o digo, mas Cristo; escuta-O: «Do coração procedem as más intenções, os assassínios, os adultérios, as prostituições, os roubos, os falsos testemunhos e as blasfémias» (Mt 15, 19). Conheces o poder deste exército inimigo que avança contra ti do fundo do teu coração? Ei-los, os inimigos a massacrar no primeiro combate, a arrasar na primeira linha. Se formos capazes de derrubar as suas muralhas e destruí-los até que não reste nenhum para o contar, nenhum com vida (Jos 11, 14), nem um só que possa recuperar o fôlego e reaparecer nos nossos pensamentos, então Jesus dar-nos-á o grande descanso.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009




















A Fraternidade O Caminho em Manaus, através da Fraternitas São Pio da Pietrelcina e da Fraternitas Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, realizará no próximo dia 30 de Agosto, o encontro VAMOS BATALHAR .

Contatos e informações:
Fraternidade O Caminho e Agostinho
3233-3306 / 3634-2411 / 8158-4969
agostpc@hotmail.com

FIFA quer proibir orações no mundial da África

De acordo com jornal espanhol AS, a Fifa pretende proibir as orações e qualquer manifestação religiosa dentro de campo para a Copa do Mundo de 2010, que será realizada na África do Sul. O Vaticano teria entrado em contato com o presidente da maior entidade do futebol, Joseph Blatter, para pedir que reconsidere a proibição.

Na final da Copa das Confederações, os jogadores da Seleção Brasileira se reuniram após conquistarem o título para uma oração dentro de campo e isso provocou a reclamação do presidente da Federação Dinamarquesa, Jim Stjerne Hansen, que afirmou que a "religião não tem lugar no futebol".

A Fifa quer regular as manifestações religiosas dos astros do futebol para evitar problemas, mas o Vaticano é contra a medida.

"Blatter e a federação dinamarquesa erraram. É um erro esvaziar o futebol dos valores éticos que a fé cristã e a Igreja Católica defendem há séculos. Espero que eles reconsiderem", afirmou Eddio Constantini.

DVD mostra vida de menina que virou exemplo contra o aborto

Depoimentos emocionantes de familiares, amigos e médicos que defendem a vida. Esta é a tônica do documentário Flores de Marcela, que retrata a história de Marcela de Jesus Galante, bebê que nasceu sem parte do córtex cerebral e que permaneceu viva durante 1 ano e 8 meses.


A segunda parte do documentário está aqui

Pensamento do dia!!!

“Se queres seguir a Deus, deixa-O ir adiante. Não queiras que Ele te siga”

(Santo Agostinho)

Você é universitário? Leia isso:

Discurso que Bento XVI dirigiu aos participantes do primeiro encontro europeu de estudantes universitários, na Sala das Benção, no Vaticano.

============================================================================


Senhor Cardeal
Venerados Irmãos
no Episcopado e no Sacerdócio
Prezados irmãos e irmãs


(…) dirijo o meu pensamento a vós, queridos jovens: bem-vindos à casa de Pedro! Vós pertenceis a trinta e uma nações, e estais a preparar-vos para assumir importantes funções e tarefas na Europa do terceiro milénio. Estai sempre conscientes das vossas potencialidades e, ao mesmo tempo, também das vossas responsabilidades.

O que a Igreja espera de vós? É o mesmo tema sobre o qual estais a reflectir, que sugere a resposta oportuna: “Novos discípulos de Emaús. Como cristãos na universidade”. Depois do encontro europeu de professores, realizado há dois anos, também vós estudantes vos encontrais agora para oferecer às Conferências Episcopais da Europa a vossa disponibilidade para continuar o caminho de elaboração cultural que São Bento intuiu como necessário para a maturação humana e cristã dos povos da Europa. Isto pode verificar-se se vós, como os discípulos de Emaús, vos encontrardes com o Senhor ressuscitado na experiência eclesial concreta, e de modo particular na celebração eucarística. “Com efeito, em cada Missa — pude recordar aos vossos coetâneos há um ano, durante a Jornada Mundial da Juventude em Sydney— o Espírito Santo desce novamente, invocado na solene oração da Igreja, não apenas para transformar os nossos dons do pão e do vinho no Corpo e no Sangue do Senhor, mas também para transformar as nossas vidas, para fazer de nós, com a sua força, um único corpo e um só espírito em Cristo” (Homilia na missa de conclusão, 20 de julho de 2008).

Por conseguinte, o vosso compromisso missionário no âmbito universitário consiste em dar testemunho do encontro pessoal que tivestes com Jesus Cristo, Verdade que ilumina o caminho de cada homem. É do encontro com Ele que brota aquela “novidade do coração”, capaz de dar uma orientação nova à existência pessoal; e só assim nos tornamos fermento e levedura de uma sociedade vivificada pelo amor evangélico.

Então, como é fácil compreender, também a acção pastoral universitária deve exprimir-se em todo o seu valor teológico e espiritual, ajudando os jovens a fazer com que a comunhão com Cristo os leve a compreender o mistério mais profundo do homem e da história. E, precisamente por esta sua ação evangelizadora específica, as comunidades eclesiais comprometidas nesta acção missionária, como por exemplo as capelanias universitárias, podem ser o lugar da formação de crentes maduros, homens e mulheres conscientes de que são amados por Deus e chamados, em Cristo, a tornar-se animadores da pastoral universitária.

Na universidade, a presença cristã faz-se cada vez mais exigente e, ao mesmo tempo, fascinante, porque a fé é chamada, como nos séculos passados, a oferecer o seu serviço insubstituível ao conhecimento que, na sociedade contemporânea, é o verdadeiro motor do desenvolvimento. Do conhecimento, enriquecido com a contribuição da fé, depende a capacidade de um povo de saber olhar para o futuro com esperança, vencendo as tentações de uma visão puramente materialista da nossa essência e da história.

Queridos jovens, vós sois o futuro da Europa. Imersos nestes anos de estudo no mundo do conhecimento, sois chamados a investir os vossos melhores recursos, não apenas intelectuais, para consolidar as vossas personalidades e contribuir para o bem comum. Trabalhar pelo desenvolvimento do conhecimento é a vocação específica da universidade, e exige qualidades morais e espirituais cada vez mais elevadas, diante da vastidão e da complexidade do saber que a humanidade tem à sua disposição. Anova síntese cultural, que nesta época está a ser elaborada na Europa e no mundo globalizado, tem necessidade da contribuição de intelectuais capazes de repropor nas aulas académicas o discurso sobre Deus, ou melhor, de fazer renascer aquele desejo do homem de se pôr à procura de Deus — quaerere Deum — ao qual me referi noutras ocasiões.

Enquanto agradeço a quantos trabalham no campo da pastoral universitária, sob a orientação dos organismos do Conselho das Conferências Episcopais Europeias, formulo votos a fim de que continuem o caminho profícuo começado há alguns anos e pelo qual manifesto o meu mais profundo apreço e encorajamento. Estou persuadido de que o vosso encontro destes dias em Roma poderá indicar ulteriores etapas a percorrer, em vista de um projecto orgânico, que favoreça o envolvimento e a comunhão entre as diversas experiências já activas em muitos países.

Vós, prezados jovens, contribuís juntamente com os vossos professores, para criar laboratórios da fé e da cultura, compartilhando o cansaço do estudo e da pesquisa com todos os amigos que encontrais na universidade. Amai as vossas universidades, que são palestras de virtude e de serviço. A Igreja na Europa confia muito no compromisso apostólico generoso de todos vós, consciente dos desafios e das dificuldades, mas inclusive das numerosas potencialidades da acção pastoral no âmbito universitário. Quanto a mim, asseguro-vos o sustento da oração e sei que por minha vez posso contar com o vosso entusiasmo, com o vosso testemunho, sobretudo com a vossa amizade, que hoje me manifestastes e que vos agradeço de coração.

São Bento, Padroeiro da Europa e meu Padroeiro pessoal no Pontificado, e sobretudo a Virgem Maria, por vós invocada como Sedes Sapientiae, vos acompanhem e guiem os vossos passos. A todos, a minha Bênção.

Do caos virá a ordem

A palavra “caos” significa ausência de ordem, confusão. Ela é utilizada na narração bíblica da criação, como que em uma figura de linguagem, para nominar o que precedia o “cosmos” (grego: “ordem”), o qual foi estabelecido pela palavra criadora de Deus.

A ordem foi precedida pelo caos e a presença teve como impulso – condição para sua existência – a ausência. Isso revela que a ação criadora de Deus é, por vezes, paradoxal e que a Sua lógica, muitas vezes, se revela – para nossa humana compreensão – ilógica.

Nossos raciocínios funcionam dentro de conceitos e esquemas pré-estabelecidos, que acabam condicionando toda a realidade que nos circunda, de acordo com este pensamento: “Tudo para ser, de fato, bom, precisa ser e estar segundo nossos conceitos e segundo o que julgamos correto”. E, quando as coisas acabam fugindo à nossa suposta ordem, sofremos profundamente a experiência da angústia e da crise.

O Todo-poderoso é especialista em confundir os esquemas humanos e em frustrar os caminhos de nossa limitada lógica. O Senhor, com Sua perpétua Ação no espaço e no tempo, continua fazendo o cosmos (a ordem) acontecer no território humano através da experiência do caos (desordem).

A experiência do caos é extremamente formativa e agregadora de eternidade, pois, quando a criatura se percebe sem o devido controle de si, principalmente no que deseja e sente, ela pode verdadeiramente se tornar “barro nas mãos do Oleiro” (cf. Jeremias 18, 1-12), sem querer dirigi-Lo e manipulá-Lo.

O estado de impotência – confiante e abandonada – é a condição mais fecunda para a ação de Deus, pois, quando o ser “sabe” e “entende” demais, corre o risco de atrapalhar a obra do Eterno em si ao querer ter em tudo as rédeas da própria existência.

Deus é quem sabe o que é melhor para nós, é Ele quem tem de entender o que acontece conosco. Não nós. A nós cabe o abandono... Pena que muitas vezes nos falta confiança e somos tão orgulhosos a ponto de querer ter o controle de tudo, desejando que até a ação redentora do Senhor aconteça do nosso jeito e se enquadre aos nossos esquemas.

É a lógica de Deus que salva – por mais ilógica que nos pareça – e não a nossa. Por isso, quando Ele desestrutura nossos esquemas e concepções, devemos nos abandonar em Suas mãos acreditando que do caos virá a ordem.

Existe uma “bagunça redentora”, na qual o ser é tornado caótico pela ação da Graça, para que Ela suscite o posterior reinventar-se. Mesmo quando o coração é destronado (“bagunçado”) no que crê e pensa, é preciso confiar. Deus sabe o que está fazendo, e Ele é o primeiro a desejar nosso crescimento e maturação.

Diante disso, quando a experiência do caos e da impotência nos visitar, a nós caberá a docilidade e o deixar que, através dela, Deus faça em nós a Sua obra. Assim seremos humildes o bastante para nos percebermos filhos – impotentes e em tudo dependentes – de Deus e não de seus irmãos – aqueles que tudo sabem e que estão em igualdade de posição.

A impotência é uma concreta possibilidade de filiação. A desordem é precisa condição de possibilidade para que a ordem aconteça.

Confiemos mais em Deus do que em nós mesmos e permitamos que a Sua Lógica/Ação nos conduza ao Cosmos eterno, onde as realizações serão constantes e a felicidade se agregará perenemente ao que somos


Adriano Zandoná - Comunidade Canção Nova

Evangelho do Dia

Jo 1, 45-51

Filipe encontrou Natanael e disse-lhe: Encontramos aquele sobre quem escreveram Moisés, na Lei, e os Profetas: Jesus, filho de José de Nazaré. Então disse-lhe Natanael: De Nazaré pode vir alguma coisa boa? Filipe respondeu-lhe: Vem e verás!
Jesus viu Natanael, que vinha ao seu encontro, e disse dele: Aí vem um verdadeiro israelita, em quem não há fingimento. Disse-lhe Natanael: Donde me conheces? Respondeu-lhe Jesus: Antes de Filipe te chamar, Eu vi-te quando estavas debaixo da figueira!
Respondeu Natanael: Rabi, Tu és o Filho de Deus! Tu és o Rei de Israel!
Retorquiu-lhe Jesus: Tu crês por Eu te ter dito: 'Vi-te debaixo da figueira'? Hás-de ver coisas maiores do que estas! E acrescentou: Em verdade, em verdade vos digo: vereis o Céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo por meio do Filho do Homem.

Reflexão

Jesus renovou aos santos apóstolos o chamamento que tinha feito a Abraão. E a sua fé assemelhava-se à de Abraão; porque, tal como Abraão obedeceu logo que foi chamado (Gn 12), também os apóstolos seguiram Jesus logo que Ele os chamou e eles O ouviram. [...] Não foi um longo ensinamento o que os tornou discípulos, mas o simples facto de terem ouvido a palavra da fé. Como era viva, a fé deles obedeceu à vida logo que ouviu a voz viva. Imediatamente correram atrás dela, sem mais demoras; assim se vê que já eram discípulos no coração, mesmo antes de terem sido chamados.
Eis como age a fé que manteve a sua simplicidade. Não recebe o ensino à força de argumentos; mas, assim como os olhos sãos e puros recebem o raio de sol que lhes é enviado, sem raciocinarem nem trabalharem, e se dão conta da luz logo que se abrem [...], assim também os que têm a fé natural reconhecem a voz de Deus logo que a ouvem. Neles se ergue a luz da palavra; lançam-se alegremente ao seu encontro e acolhem-na, tal como nosso Senhor diz no Evangelho: «As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz e seguem-Me» (Jo 10, 27).

domingo, 23 de agosto de 2009

Pensamento do Dia!!!

"Não pode ter sólida bases uma sociedade
que se contradiz readicalmente, já que por lado
afirma valores com a diginidade da pessoa
humana, a justiça e a paz, mas por outro aceita
ou tolera as mais diversas formas de desprezo e
violação da vida humana, sobretudo se débil e marginalizada."

(João Paulo II)

Cristoteca em Planaltina

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Pensamento do dia!!!

“Algumas pessoas reivindicam e protestam em público por justiça e direitos humanos. Nós não temos tempo para isto. Há seres humanos em grande número que estão morrendo de fome e desprovidos de amor. Em pessoas assim é que servimos a Jesus, vinte e quatro horas ao dia”.

(Madre Teresa de Calcutá)

Jardim em meio ao deserto

Quando partimos da perspectiva do relacionamento entre as pessoas, muitas vezes, esbarramos nas limitações e diferenças que nos marcam. Em contrapartida, mesmo com essas dificuldades, continuamos buscando um outro “eu” que nos ensine a viver bem a vida, e como a música, suavizar a nossa existência.

A música, a poesia, a arte têm a capacidade de nos levar a um lugar que, muitas vezes, sozinhos, não conseguimos chegar: à reflexão, muito bonita, de quem somos e a qualidade daquilo que fazemos. E amizade transcende tudo isso, pois nos leva ao jardim secreto, para além dessa reflexão. O amigo nos toma pela mão, supera as diferenças, acolhe os nossos limites e ensina-nos a enxergar aquilo que temos de mais bonito: o nosso Jardim Secreto.

Para ser bem sincero, as marcas que a própria vida faz em nós, muitas vezes, levam-nos a enxergar o nosso coração como um grande deserto, lugar sem vida. Esse deserto a que me refiro, não é no sentido bíblico (lugar do encontro com Deus), mas sim, um lugar de morte, de solidão, onde parece que não vale a pena continuar. Mas o dom da amizade, um dos maiores que Deus nos deu, leva-nos a encontrar no nosso coração o nosso Jardim Secreto.

Um grande amigo traz consigo os “óculos de Deus”, enxergando-nos à maneira do próprio Senhor. Claro, ele nos vê na nossa realidade profana, em nossos limites; mas, ao mesmo tempo, enxerga-nos (acolhe-nos) na nossa dimensão sagrada. Vê em nós o belo, que nem nós mesmos enxergamos, acredita quando não acreditamos, não somente se compadece de nossas dores, como também nos ajuda e nos ama quando não sabemos agir nem reagir.

Como diz Vinícius de Moraes: “A gente não faz amigos, reconhece-os”. E esse reconhecimento acontece à medida que, na nossa vida, vemos nascer o fruto da esperança, da felicidade, o qual, é claro, não está livre das podas e do sofrimento. Mas até nisso nós percebemos o sinal da vida, pois para que a árvore cresça saudável, as podas são necessárias. Sem sofrimento não existe maturidade! À medida que você vê, sente e percebe que está nascendo ou que está encontrando esse Jardim Fechado, que é o seu coração naquilo que ele tem de mais bonito, tenha certeza de que Deus se encontrou com você, utilizando-se de um dos seus mais queridos instrumentos: UM AMIGO!

Reconheça esse Jardim Secreto em você, reconheça esse instrumento de Deus e com tudo isso aceite o amor que o próprio Cristo tem por você. Amor que não fica somente na cruz, mas que passa pelo coração de um grande amigo!

Luis Filipe Rigaud - Canção Nova Portugal
cn.luisfilipe@gmail.com

Onde Deus te quer?

Todos nós temos uma vocação. E Deus, de fato, nos chama. É por isso que reunimos forças para alcançarmos uma compreensão cada vez mais afinada sobre esta Sua vontade em nossa vida.

Quanta gente infeliz porque não realizou os propósitos de Deus em sua vida.
Deus não quer você infeliz; ao contrário, no desígnio de Deus, você precisa ser feliz com aquela felicidade que Ele te reservou.

Hoje é dia de dar uma grande guinada, você tem um propósito de Deus desde toda a eternidade, e por isso é preciso ir em frente e realizar tudo da maneira que o Senhor quer.
Que maravilha quando a pessoa ocupa o lugar que Deus lhe deu. Como a gente é feliz ao fazê-lo!

Frei Pascoal, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, já encontrou o lugar que Deus tem para ele e é feliz realizando Sua vontade na Terra Santa há mais de 20 anos. E a partir de sua experiência vocacional, ele faz questão de partilhar como uma pessoa pode encontrar o lugar que Deus tem para ela.
Confira no vídeo da WEBtvCN:

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

III Lual Acústico - Reiterando!

CNBB reitera legitimidade de acordo entre Brasil e Vaticano

Galera!!! Esta semana colocamos aqui no Blog uma reportagem sobre a ação judicial feita por um cidadão que se dizia incomodado com exposição de crucifixos em órgãos públicos!!! A CNBB publicou uma resposta destacando um acordo firmado entre o Estado Brasileiro e o Vaticano!!! Vale a pena ler!!!

O acordo assinado entre o Brasil e o Vaticano respeita, em todos os aspectos, a Constituição do país e o Estado laico, disse hoje à Agência Efe o presidente do episcopado brasileiro, Dom Geraldo Lyrio Rocha.

"O acordo não fere a Constituição, não fere o Estado laico e não reivindica nenhum privilégio para a Igreja Católica. O acordo integra, em um único texto, aquilo que já está na legislação do país, na Constituição e na jurisprudência", declarou o também arcebispo de Mariana (Minas Gerais), à frente da Confederação Nacional de Bispos do Brasil desde maio de 2007.

Assinado durante a visita que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez ao papa Bento XVI em 13 de novembro do ano passado, o acordo entre a Santa Sé e o Brasil, o país com mais católicos do mundo, ainda precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional para entrar em vigor.

O documento, contra o qual alguns setores da sociedade se manifestaram no começo da semana, regula os aspectos jurídicos da Igreja Católica no país, que até agora era regida por um decreto de 7 de janeiro de 1890, no qual a então recém-proclamada República Federativa do Brasil reconhecia o caráter jurídico da instituição, destacou Dom Lyrio.

A reportagem completa vocês podem encontrar no G1.

Flaviinho em Brasília dias 12 e 13 de Setembro!!!!

O Cantor Flavinho estará se apresentando em Brasília nos dias 12 e 13 de setembro! Em breve maiores informações!!!

Confira a música “Deus é maior” com Flavinho do cd Comigo estás



Ps: Homenagem para a Amanda!!! kkkk

I Jornada de Estudos Teológicos de Mariologia

A Academia Marial e o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida realizam no próximo dia 05 de setembro, a I Jornada de Estudos Teológicos de Mariologia. O evento, que tem como tema “Maria: Ministério Batismal e Sacerdotal”, terá início com a missa das 9h no Santuário Nacional. Posteriormente, haverá uma palestra no auditório Pe. Noé Sotilo, com o Cônego Pedro Carlos Cipolini, Doutor em Teologia (Mariologia). A atividade, que contará com a participação de Dom Raymundo Damasceno Assis, Arcebispo Metropolitano de Aparecida e Presidente da Academia Marial, que fará a abertura, é composta de reflexões, palestras, estudos e plenária. É necessária inscrição prévia. Mais informações pelo telefone: (12) 3104-1549 ou pelo e-mail: academia@santuarionacional.com.

A Academia Marial informa que neste ano não haverá Congresso Mariológico, apenas a Jornada de Estudos Teológicos de Mariologia.
WMblog.blogspot.com - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: Rodrigo Vidigal